10/01/2020 - 22h51

Betts, Lindor e mais atletas assinam contrato e fogem de “arbitration”

Betts evita "arbitration" com recorde de US$ 27 milhões e fica em Boston; outros nomes também tiveram êxito

A sexta-feira (10) foi movimentada na MLB, com vários jogadores assinando contratos para escaparem do arbitration no último dia do prazo. Entre tais contratos, tivemos o estabelecimento de um novo valor recorde para acordos de um ano. Mookie Betts, do Boston Red Sox, assinou contrato de um ano/US$ 27 milhões e superou os US$ 26 milhões do acordo de Nolan Arenado, assinado em 2019 – Arenado assinaria, pouco tempo depois, uma extensão de oito anos/US$ 260 milhões com os Rockies – e os US$ 23 milhões obtidos por Josh Donaldson em 2018.

Entrar em acordo com Betts evita uma situação complicada para o time de Boston por conta do possível arbitration, que poderiam prejudicar as chances do jogador permanecer nos Red Sox após a temporada 2020.

Quem também se garantiu para 2020 foi o infielder Francisco Lindor, junto ao Cleveland Indians. Segundo Jon Heyman (MLB Network), vai receber US$ 17,5 milhões com incentivos; o acordo não foi confirmado pelos Indians. A franquia de Cleveland ainda entrou em acordo com os arremessadores Mike Clevinger (um ano/US$ 4,1 milhões) e Nick Wittgren (um ano/US$ 1,125 milhões), além dos outfielders Tyler Naquin (um ano/US$ 1,45 milhões) e Delino DeShields (um ano/US$ 1,875 milhões).

Uma das surpresas do dia veio de Cincinnati. O arremessador Trevor Bauer assinou contrato de US$ 17,5 milhões, valor que supera os US$ 17 milhões de Jacob deGrom (2019) e fica atrás apenas dos US$ 19,75 milhões de David Price (2015). Bauer estará elegível para a free agency no fim da próxima temporada.

Os Dodgers também se movimentaram. Segundo Mark Feinsand (MLB.com), Cody Bellinger receberá US$ 11,5 milhões neste ano – maior valor a ser pago a um jogador em seu primeiro ano de elegibilidade para arbitration (o maior era de US$ 10,85 milhões, pago a Kris Bryant em 2018). O time de Los Angeles ainda garantiu a permanência de Corey Seager, por US$ 7,6 milhões. Não há confirmação dos contratos.

Nos Yankees, nove jogadores fugiram do arbitration: Aaron Judge (US$ 8,5 milhões), Luis Cessa, Chad Green, Jonathan Holder, Tommy Kahnle, Jordan Montgomery, James Paxton, Gary Sánchez e Gio Urshela. Em Chicago, mais especificamente nos Cubs, Kris Bryant assinou contrato (não confirmado) de US$ 18,6 milhões; Almora Jr (US$ 1,575 milhões), Báez (US$ 10 milhões), Contreras (US$ 4,5 milhões), Kyle Ryan (US$ 975 mil) e Kyle Schwarber (US$ 7,01 milhões) continuam no Wrigley Field.

Se as notícias foram boas no Yankee Stadium, o mesmo pode ser dito da franquia anfitriã do Citi Field. Os Mets tiveram sucesso nas negociações com seus nove jogadores elegíveis para arbitration:

A seguir, a lista com os outros jogadores que lograram êxito em evitar o arbitration:

• Baltimore Orioles: Trey Mancini, Mychal Givens, Hanser Alberto.
• Tampa Bay Rays: Tyler Glasnow, Oliver Drake, Chaz Roe, Hunter Renfroe, Daniel Robertson.
• Toronto Blue Jays: Ken Giles, Matt Shoemaker, Brandon Drury.
• Chicago White Sox: Alex Colomé, Evan Marshall, Leury Garcia, Nomar Mazara, Carlos Rodón.
• Detroit Tigers: Matthew Boyd, Daniel Norris, Buck Farmer, JaCoby Jones.
• Kansas City Royals: Jorge Soler.
• Minnesota Twins: Eddie Rosario, Byron Buxton, Tyler Duffey, Trevor May, Taylor Rogers.
• Los Angeles Angels: Max Stassi, Tommy La Stella, Andrew Heaney, Keynan Middleton, Cam Bedrosian.
• Oakland Athletics: Marcus Semien, Liam Hendriks, Mark Canha, Robbie Grossman, Chad Pinder, Chris Bassitt, Sean Manaea.
• Seattle Mariners: Mitch Haniger, Mallex Smith, Sam Tuivailala.
• Texas Rangers: Joey Gallo, Danny Santana, Rafael Montero.
• Atlanta Braves: Mike Foltynewicz, Dansby Swanson, Adam Duvall, Johan Camargo, Luke Jackson, Grant Dayton.
• Miami Marlins: Jonathan Villar, José Ureña, Adam Conley.
• Washington Nationals: Trea Turner, Roenis Elias, Joe Ross.
• Cincinnati Reds: Anthony DeSclafani, Michael Lorenzen, Curt Casali, Matt Bowman.
• Milwaukee Brewers: Omar Narváez.
• Pittsburgh Pirates: Josh Bell, Adam Frazier, Michael Feliz, Keone Kela, Chad Kuhl, Joe Musgrove, Jameson Taillon, Trevor Williams.
• St. Louis Cardinals: John Gant.
• Arizona Diamondbacks: Robbie Ray, Jake Lamb.
• Colorado Rockies: Jon Gray, David Dahl, Kyle Freeland, Carlos Estévez.
• San Diego Padres: Kirby Yates, Austin Hedges, Manuel Margot, Zach Davies, Dinelson Lamet, Luis Perdomo, Matt Strahm.

Foto: Reprodução Twitter/Boston Red Sox

Oddsshark