06/04/2020 - 17h17

TOP 5: os melhores defensores do Draft da NHL 2020

Confira as melhores opções de defensores para o próximo Draft da NHL, que provavelmente acontecerá em Montreal

A pausa da temporada da NHL segue, infelizmente, por conta do coronavírus e a abstinência de hóquei está deixando todos nós loucos. Entretanto, para matar a vontade de conhecer os jovens que vão entrar no próximo Draft, o The Playoffs traz hoje uma lista dos cinco defensores do Draft de 2020 da NHL.

Lembrando que: 1. As opiniões aqui são baseadas na análise do autor; 2. A ordem abaixo não significa necessariamente a ordem em que eles devem ser escolhidos, uma vez que cada time pode ter diferentes visões e necessidades no Draft.

1 – Jamie Drysdale – Erie Otters – defensor direito

O melhor prospecto se tratando de defensores é Jamie Drysdale, que consegue ser mais completo atualmente que os outros competidores da posição. Ele jogou com o Erie Otters, equipe da OHL.

Drysdale é inteligente jogando por Erie, time que teve nomes como Dylan Strome, Connor McDavid e Alex DeBrincat, sendo ótimo na cobertura e espetacular quando falamos de assistências. Ele é extremamente agressivo, quando preciso, para retomar a posse do puck e consegue ter uma excelente visão do jogo.

Drysdale é versátil e ainda, em algumas jogadas na OHL, intercalava, jogando pela esquerda também. Ele tem 112 partidas para 87 pontos (16 gols, 71 assistências) em duas temporadas nos Otters.

2 – Jake Sanderson – U.S. National Team – defensor esquerdo

Jake Sanderson é o melhor prospecto da USNTDP-U18 desta temporada e mesmo sendo considerado “cru” pela maioria dos analistas, ele consegue ser muito bom e se destaca.

Ele consegue patinar e marcar com muita agilidade e gasta pouca energia realizando isso, sendo o que se espera de um blueliner na liga. Além disso, ele precisa melhorar um pouco no bloqueio de passes e chutes, mas esse ‘refinamento’ é com certeza tratado nas ligas menores e na própria NHL.

Ele atuou em Calgary por dois anos e logo após, foi atuar no time dos Estados Unidos Sub-18, onde conseguiu melhorar seu estilo de jogo. Ele acumula em dois anos com o U.S. National Team e 79 pontos (19 gols, 60 assistências). No próximo ano, mesmo sendo escolhido no Draft, ele atuará pela Universidade da Dakota do Norte.

3 – Braden Schneider – Brandon Wheat Kings – defensor direito

A partir da terceira posições, as decisões são incertas, com cada jogando tendo um aspecto diferente. Braden Schneider chamou atenção no segundo ano com os Wheat Kings (WHL), sendo sua primeira temporada oficial da equipe.

Ele é o conjunto da obra entre marcação firme, velocidade e firmeza no disparo. Além disso, seu posicionamento no gelo ajuda na interceptação dos passes e muitos podem achar ele “pequeno” para a posição com 1,85m, entretanto, seus 95kg ajudam ele a aguentar os hits e executá-los na mesma proporção.

Um fator sempre observado na defesa é a liderança e Braden demonstra isso, se tornando capitão assistente em sua segunda temporada com o time de Brandon. Ele tem 185 partidas disputadas, com 16 gols e 72 assistências.

4 – Justin Barron – Halifax Mooseheads – defensor direito

A ‘ cria de Halifax’ criou identificação disputando jogos desde 2014 na província da Nova Escócia, no Canadá. Nas últimas temporadas, jogou pelos Mooseheads, equipe da cidade na Quebec Major Junior Hockey League (QMJHL).

Barron está desde 2015 passando dos dois dígitos quando falamos em assistências, mostrando a potência, mesmo com pouca experiência, nos passes e na cobertura defensiva. Além disso, ele é muito bom no penalty kill, ‘mastigando’ minutos em seu poderio defensivo. Justin estava voando e foi até considerado um dos melhores prospectos do país, mas teve problemas com coágulos sanguíneos e ficou fora de ação por mais de três meses.

Sem sombra de dúvidas, ele estaria no top 3 da liga se isso não tivesse acontecido, mas é algo que foi considerado pelos ‘olheiros’. Em três anos com os Mooseheads, ele tem 154 partidas disputadas com 17 gols e 80 assistências.

5– Kaiden Guhle – Prince Albert Raiders – defensor direito

Guhle é minha escolha na quinta colocação, com seu 1,91m e seus 85 kg, sendo uma das peças chave para o time do Prince Albert Raiders, da Western Hockey League (WHL).

Kaiden se destacou nos primeiros anos, sendo medalha de prata na WHL Cup em 2017-18 e vencendo a liga em 2018-19. Guhler é consistente, usa bem sua excelente patinação no gelo e mesmo ‘com pouco peso’ para um defensor, consegue usá-lo da melhor forma. A preocupação dos scouts é se ele seria bom ofensivamente, e na última temporada ele demonstrou sua força, sendo o sexto melhor pontuador dos Raiders.

Kaiden Guhle é um dos meus favoritos para chegar na liga e se fixar nas primeiras duas linhas defensivas de qualquer franquia. Pelos Prince Albert Raiders, ele tem 14 gols e 46 assistências em 160 jogos.

Fotos: Reprodução/Site Oficial da NHL; Reprodução/Twitter Oficial do Prince Albert Raiders; Halifax Mooseheads

LEIA MAIS:

+ os melhores atacantes do Draft 2020

Oddsshark