02/05/2019 - 19h04

[ENTENDA O JOGO] A função de cada um dos 7 árbitros na NFL

Você sabe dizer o que cada zebra deve assinalar na NFL?

Árbitro NFL

A temporada da NFL ainda está distante, mas isso não significa que esquecemos você. A fim de preencher pelo menos em parte a lacuna deixada após o Draft, a equipe The Playoffs preparou um texto simples, explicando o que cada juiz faz na NFL. As populares “zebras”, que tanto mexem com nossas emoções durante a temporada.

Provavelmente, se você nunca procurou entender isto ou prestou atenção, dirigiu todos os seus xingamentos ao árbitro principal, aquele de boné branco que anuncia todas as faltas. Mas, na verdade, há funções específicas e, em tese, cada árbitro se limita à sua função.

Confira abaixo como é a missão de cada um dos sete juízes de campo. Use a imagem acima para entender visualmente onde cada árbitro fica posicionado em campo.

Referee

Este é o que você mais vê durante as transmissões, pois se trata do árbitro principal. Como mencionado, ele é o único que utiliza um boné branco (os demais utilizam um boné preto) e microfone, tendo como função principal gerenciar a partida, bem como anunciar as penalidades e, em caso de dúvida entre os árbitros, assume para si a decisão final.

Quando há revisões com uso de tecnologia, é sempre o Referee que se dirige ao monitor e recebe as informações da central de arbitragem da liga, com sede em Nova York. Este árbitro está posicionado atrás do ataque, preferencialmente no lado da mão de lançamento do quarterback. Assim, ele faz a contagem do número de jogadores ofensivos.

O foco do Referee sempre será o protagonista da jogada, ou seja, ele manterá os olhos no quarterback em jogadas de passe a fim de verificar a existência de faltas como “violência ao passador” (roughing the passer) e, em jogadas de corrida, estará atento aos contatos do running back. Quando há times de especialistas, ele observará o kicker/punter.

(Foto: Reprodução Site Oficial/NFL)

Umpire

Este é um caso que varia bastante conforme as regras, mas, aqui, vamos focar apenas na NFL. O Umpire costumava ficar posicionado atrás dos linebackers, a fim de observar as faltas que ocorrem nas trincheiras, como segurada (holding), uso ilegal das mãos e bloqueios ilegais.

Contudo, apenas em 2009 foram registradas duas concussões e três lesões de membros inferiores, afinal, este árbitro ficava extremamente exposto a contatos no meio da partida, sem qualquer equipamento para atenuar. Por isto, a NFL moveu o Umpire para o lado oposto do Referee, atrás do ataque, mantendo suas funções. Entre 2010 e 2015, a liga reposicionava o Umpire no seu local original nos minutos finais do jogo, mas, atualmente, ele permanece o jogo inteiro ao lado do árbitro principal.

Ainda, este é o árbitro responsável pela verificação dos equipamentos dos jogadores. Isto é algo bem importante, uma vez que as regras sobre equipamentos são modificadas frequentemente para diminuir a incidência de lesões.

Down Judge

Também conhecido como Head Linesman, este árbitro se posiciona na sideline junto à linha de scrimmage. Sua principal função é observar as faltas pré-snaps, como offside, saída falsa (false start) e encroachment. Além disto, ele informa ao Referee em qual descida o ataque se encontra, bem como fica responsável pelo avanço das correntes que marcam a distância até a primeira descida.

Ainda, o Down Judge pode auxiliar em jogadas que se dirigem ao seu lado, a fim de informar o ponto em que o jogador saiu do campo, bem como marcar faltas em jogadas de passe que forem próximo ao seu lado.

Line Judge

Este talvez seja o mais simples de explicar, afinal, suas funções são iguais às do Down Judge, só que no outro lado do campo. Obviamente, como está posicionado na sideline oposta, não tem função de controlar o avanço da corrente que marca descida, mas, no resto, tem exatamente as mesmas responsabilidades.

Field Judge

Torcedor do New Orleans Saints, eu lhe informo: é este quem você odeia. Ele está posicionado aproximadamente 20 jardas após a linha de scrimmage, para assinalar jogadas em que houve penalidades. Além de cuidar a existência de interferência de passe (pass interference), este árbitro olha os bloqueios realizados por receivers em jogadas terrestres, a fim de verificar a existência de holding ou bloqueio ilegal.

Geralmente, vemos estes árbitros assinalando touchdowns no fundo da end zone, fazendo sinais que confirmam ou invalidam um recepção, por ser dentro ou fora do campo. Também é de sua responsabilidade a contagem do número de jogadores defensivos em campo.

Side Judge

Este árbitro tem funções muito similares ao Field Judge, mas algumas responsabilidades extras. O Side Judge é o principal responsável pelo relógio, verificando o funcionamento do relógio oficial e, em caso de problemas com este, deverá ele ser o responsável pela contagem do tempo de jogo. Ainda, informa o final de cada quarto ao Referee.

Nas jogadas de tentativas de field goal, ele se une ao Umpire embaixo das traves, a fim de verificar se o chute foi bom ou não.

Back Judge

Por último, temos o Back Judge, aquele que fica mais distante da bola, umas 25 jardas, geralmente bem centralizado. Ele sinaliza os intervalos de televisão, assim como o tempo de 40 e 25 segundos até o snap. No caso de jogadas em que há fumble, este árbitro define qual time recuperou a bola.

Ainda, ele define se a recepção foi legal. Em jogadas que houver tight end em campo, seu foco será justamente este jogador, a fim de observar os bloqueios realizados ou alguma interferência defensiva quando o jogador tentou sair para realizar uma rota. Nos special teams, tem a responsabilidade de assinalar infrações nos pedidos de fair catch.

Sarah Thomas e sua influência

GLENDALE, AZ - DECEMBER 18: Line judge Sarah Thomas #53 walks the field during the NFL game between the New Orleans Saints and the Arizona Cardinals at the University of Phoenix Stadium on December 18, 2016 in Glendale, Arizona.

O grande destaque relacionado à arbitragem nos últimos anos tem sido a ascensão de Sarah Thomas. A primeira mulher que apitou na NFL chegou, na última temporada, aos playoffs pela primeira vez também, marcando de vez seu nome entre os melhores da liga e na história do esporte.

Além disto, há dois fatores que muita gente desconhece em relação a esta árbitra. Por conta de sua mudança de posição de line judge para down judge, a própria posição mudou de nome. Anteriormente denominada “head linesman”, a posição entre os árbitros teve nome modificado para down judge justamente para tornar o gênero neutro, ou seja, não atribuindo mais o nome ao masculino.

Por fim, ela ainda recebeu mais congratulações por conta de sua atuação numa das partidas entre Minnesota Vikings e Green Bay Packers, em 2016. Durante o jogo, em uma colisão, Sarah sofreu uma fratura no punho e, após passar nos testes de concussão, voltou ao jogo e o terminou com o punho quebrado.

(Foto: Christian Petersen/Getty Images)

Oddsshark