The Playoffs

16/05/2017 - 18h22

[PRÉVIA] Playoffs da NBA – Final do Leste: Boston Celtics x Cleveland Cavaliers

Confira as análises e projeções do confronto que decidirá o Campeão da Conferência Leste

Após dez dias de folga, o atual campeão da NBA, Cleveland Cavaliers, finalmente entrará em quadra pelas finais da Conferência Leste. O adversário da vez só foi conhecido na noite desta segunda-feira (15), quando o Boston Celtics derrotou o Washington Wizards em casa pelo jogo 7 da série por 115 a 105.

A primeira partida da decisão entre Celtics e Cavs acontece nesta quarta-feira (17) no TD Garden, uma vez que a franquia de Boston teve campanha melhor que a de Ohio na temporada regular, ou seja, tem a vantagem de mando de quadra nos jogos de pós-temporada.

Contudo, apesar da vantagem, o time Boston terá pouco tempo para descansar vindo de uma série desgastante como a contra os Wizards. Por outro lado, a equipe de Cleveland estará 100% para defender o título da conferência, já que varreu seus dois primeiros adversários nos playoffs, Indiana Pacers e Toronto Raptors, respectivamente. Sendo assim, LeBron James e cia. não entram em quadra desde o dia 7 de maio, quando venceram a franquia canadense e colocaram um fim na série.

Confira a prévia da final do Leste no The Playoffs!

Boston Celtics (1º) x Cleveland Cavaliers (2º)

O Boston Celtics surpreendeu a todos no decorrer da temporada regular, mostrando um basquetebol com alto poderio ofensivo e liderado pelo armador Isaiah Thomas. Destaque também para Brad Stevens, técnico da equipe, que conseguiu notoriedade ao alcançar resultados positivos com uma equipe que superou as expectativas.

Porém, apesar de se classificar em 1º lugar no Leste, a equipe não começou os playoffs tão bem assim. O primeiro rival foi o Chicago Bulls, que acabou vencendo os primeiros dois duelos na série em pleno TD Garden. Contudo, antes mesmo do início da primeira rodada da pós-temporada, o maior adversário veio de fora das quadras. Isso porque a irmã mais nova de Thomas, principal jogador dos Celtcis, morreu em um acidente de carro.

Apesar da tragédia, o armador, cotado inclusive para ser o MVP da temporada, não deixou que os problemas pessoais entrassem em quadra, conseguiu se reerguer e, até mesmo com um dente a menos, liderou os Celtics na virada por 4 a 2 sobre os Bulls que, sem Rajon Rondo acabaram sendo eliminados.

O Washington Wizards foi o próximo adversário e causou bem mais problemas que o time de Chicago. Liderados por John Wall e Bradley Beal, a equipe da capital dos Estados Unidos mostrou mais intensidade que os Bulls, e também um maior poder ofensivo. Prova disso são os placares, em que os Wizards anotaram mais de 100 pontos em seis dos sete jogos da série.Nikola Mirotic comanda vitória dos Bulls contra os Cavs e LeBron supera Shaq

Mudando de lado temos o Cleveland Cavaliers. Os atuais campeões da NBA não tiveram vida fácil na temporada
regular e acabaram tendo alguns tropeços que levaram a equipe a perder a liderança do Leste para o próprio Boston Celtics.

Contudo, é de se destacar um dos maiores jogadores desta geração: LeBron James. Ao se iniciarem os playoffs, o astro foi fator que desequilibrou em favor dos Cavs e não teve um só jogo que James não causou dores de cabeça aos seus adversários. Para efeitos de comparação, desde que o time de Cleveland começou a reação nas finais da temporada anterior contra o Golden State Warriors, a equipe de Ohio não sabe o que é perder um jogo de pós-temporada.

Primeiro, veio o Indiana Pacers, que causou maiores problemas só no primeiro jogo, quando o placar terminou apenas em um ponto favorável aos Cavaliers. Em seguida, o Toronto Raptors até tentou com defensores competentes como P.J. Tucker. Mas, ficou apenas na promessa também. O time de Tyronn Lue não teve maiores problemas para derrotar a equipe canadense. E, desde então, o elenco soma bons dias de folga antes de seus compromissos nos playoffs.

PALPITE: Boston Celtics 2×4 Cleveland Cavaliers

Kyrie Irving lidera vitória dos Cavaliers sobre os Pacers no Jogo 2 da primeira rodada dos playoffs de 2017Há muitos pontos favoráveis ao time de Cleveland e poucos ao time de Boston. A começar pela folga que os Cavs tiverem enquanto os Celtics travavam uma árdua batalha contra os Wizards. A equipe de Ohio já é bem perigosa nos playoffs e LeBron James e seus companheiros estão mais entrosados do que antes. A força aumenta ainda mais quando a equipe teve dez dias para treinos, descansos e claro, estudar os adversários seguintes.

Por falar nos companheiros de equipe de LeBron James, vale destacar, além do desempenho do astro que ainda não encontrou um adversário à altura, a performance de Kyrie Irving e Kevin Love. O armador, ao lado de James, tem sido um dos principais pontuadores da equipe. Inclusive assumindo o papel de protagonista quando o camisa 23 está abaixo do rendimento. Veloz e inteligente, Irving pode desequilibrar tanto chamando o jogo para si como servindo seus companheiros em quadra.

Do big three, Kevin Love é quem menos se destaca. Mas, apesar de pouco protagonismo, o ala-pivô também tem causado dores de cabeça aos adversários. Love oferece um leque de opções, podendo jogar tanto infiltrado no garrafão fazendo jogadas e rebotes próximo à cesta, como com chutes de fora do perímetro, atraindo também a marcação para si e criando espaços para infiltrações de Irving, James e outros. Love, inclusive, foi elogiado pelo técnico Tyronn Lue por viver sua melhor pós-temporada desde que chegou a Ohio há três temporadas.TD Garden, casa doo Boston Celtics, contra os Wizards(

Os Celtics terão o peso do fator casa, o que pode fazer com que a equipe conquiste pontos a seu favor nesta série. O time joga 4 das 7 partidas possíveis da série em Boston, por ter tido melhor campanha na fase de classficação. Prova da força do TD Garden é que, contra o Washington Wizards, o time venceu justamente os duelos em casa, tendo sido derrotado nos três jogos na capital do país.

Se levar em conta todos os problemas extra e dentro de quadra, o time de Boston talvez seja, dentre os quatro finalistas, o que mais sofreu para chegar onde está. E muito do desempenho da equipe se deve ao armador Isaiah Thomas, que superou desde um dente perdido ao aniversário e falecimento da irmão mais nova.

Thomas chamou a atenção na temporada regular por diversos fatores, dentre eles, talvez vale destacar sua baixa estatura. Não é comum ver armadores tão baixos com o volume de jogo que ele tem. No alto dos seus 1,75m, Isaiah tem um dos melhores controles de bola de toda liga – há quem diga que é o melhor. Além disso, o atleta não se deixa levar pela baixa estatura e tem boa infiltração, assim como chutes de longa distância. E claro, a capacidade de fazer a equipe jogar, sendo uma das gratas surpresas desta temporada levando em conta o elenco que tem.

O camisa 4 ainda tem a fama de ser o “senhor dos últimos quartos”. Isso porque algumas de suas mais notáveis atuações foram no último período de jogo, quando o armador assume a responsabilidade para si, liderando os Celtics rumo às vitórias, seja através de lances individuais ou jogadas em equipe. Ao seu lado, importantes e experientes atletas como Al Horford e Avery Bradley, exímio defensor que deverá auxiliar o armador em anular o forte ataque adversário. Isso sem contar a força de banco, que conta com Kelly Olynyk, herói do jogo 7 contra os Wizards.

Confrontos na temporada regular: 3-1 para os Cavs

03/11/2016 – Boston Celtics 122 @ 128 Cleveland Cavaliers
29/12/2016 – Boston Celtics 118 @ 124 Cleveland Cavaliers
01/03/2017 – Cleveland Cavaliers 99 @ 103 Boston Celtics
05/04/2017 – Cleveland Cavaliers 114 @ 91 Boston Celtics

Partidas previstas na final do Leste:

17/05/2017 – Cleveland Cavaliers @ Boston Celtics
19/05/2017 – Cleveland Cavaliers @ Boston Celtics
21/05/2017 – Boston Celtics @ Cleveland Cavaliers
23/05/2017 – Boston Celtics @ Cleveland Cavaliers
25/05/2017 – Cleveland Cavaliers @ Boston Celtics (se necessário)
27/05/2017 – Boston Celtics @ Cleveland Cavaliers (se necessário)
29/05/2017 – Cleveland Cavaliers @ Boston Celtics (se necessário)

Crédito das fotos: NBA Twitter (@nba)/ NBA Instagram (@nba)/ Chicago Bulls Twitter (@chicagobulls)/ NBA Twitter (@nba)/ Boston Celtics Facebook