12/01/2018 - 00h43

Carolina Hurricanes tem novo dono

Tom Dundon se torna maior acionista dos Hurricanes; Gary Bettman garante que o time não sairá de Carolina

O Carolina Hurricanes anunciou nesta quinta-feira (11), que o bilionário Tom Dundon comprou a maior parte da franquia e assume como dono da equipe, no lugar de Peter Karmanos Jr., que segue como sócio minoritário. A NHL confirma que o conselho dos gestores das franquias aprovou a transação, que não teve seus valores divulgados.

Dundon tem 46 anos e é o CEO da Santander Consumer USA, uma financeira com sede em Dallas. Além de atuar no mercado financeiro, o empresário tem campos de golfe no Texas e acabou de financiar a construção de um mega campo na cidade. Era pública a tentativa de Karmanos para conseguir um comprador para o time. O antigo dono comprou a franquia em 1994, quando ainda eram o Hartford Whalers. Três anos depois, Karmanos levou o time para a Carolina do Norte, transformando-os em Hurricanes.

A expectativa é que Gary Bettman, comissário da NHL, dê uma entrevista coletiva em Raleigh, sede dos Hurricanes nesta sexta-feira. Rumores sobre uma possível mudança de local para a franquia cresceram, apesar da insistência de Karmanos e Bettman, confirmando que o time não sairá do estado da Carolina. Os Hurricanes têm um acordo de uso da PNC Arena, assinado até 2024, o que pode ser uma garantia de manutenção do time na cidade.

Na última avaliação da Forbes, sobre as franquias dos esportes americanos, os Hurricanes ficaram em último na NHL, com um valor de US$ 230 milhões, bem abaixo dos US$ 500 milhões, que Bill Foley, dono dos Golden Knights, pagou para a NHL ao fundar a nova franquia. O time, que não chega aos playoffs desde 2009, soma 48 pontos na temporada e briga por uma vaga a pós-temporada.

Fotos: 

Oddsshark