10/10/2018 - 18h04

Sean McDermott evita falar sobre possível troca de LeSean McCoy

Técnico dos Bills diz que 'Shady' é um de seus melhores jogadores e desconversa sobre potencial negociação

MIAMI GARDENS, FL - DECEMBER 31: LeSean McCoy #25 of the Buffalo Bills rushes during the second quarter against the Miami Dolphins at Hard Rock Stadium on December 31, 2017 in Miami Gardens, Florida.O técnico do Buffalo Bills, Sean McDermott, declarou nesta quarta-feira (10) que recebe muitas ligações sobre possíveis negociações envolvendo o running back LeSean McCoy, mas que não há nada a revelar sobre o assunto.

Rumores indicam que o jogador pode ser trocado antes do prazo limite de 30 de outubro e o Philadelphia Eagles seria o principal interessado.

“LeSean e eu nos comunicamos muito neste front. Na minha opinião, nós estamos pensando no Houston Texans e os jogadores sabem que se houver algo que precise ser comunicado eu irei falar. É assim que fui desde o primeiro dia. Tenho muito respeito por ele e acredito que ele também o tenha por mim.”, disse o treinador.

As especulações sobre uma possível troca de McCoy se devem a dois motivos. Primeiro porque os Bills aparentam estar em uma fase de reconstrução de seu elenco, apostando em jogadores jovens que possam atingir seu auge juntamente com seu novo quarterback, Josh Allen. Trata-se do famoso ‘rebuild’, o que excluiria ‘Shady’ McCoy, uma vez que este já tem 30 anos de idade e estaria próximo ao fim de carreira para um jogador da sua posição.

A segunda razão para isso se deve a lesão de alguns jogadores importantes de outros clubes na posição, em especial a ruptura de ligamento de Jay Ajayi, dos Eagles, ex-time de McCoy. O jogador preferiu não falar sobre o assunto e deferiu a pergunta a seu agente e aos diretores do time.

O técnico dos Eagles, Doug Pederson, por sua vez, declarou que “claro que é uma possibilidade”. “Nós vamos continuar a olhar e buscar se há algo por aí, identificar o que está disponível e ver se há alguém que nós possamos trazer. Mas, no curto prazo, estamos muito confiantes nos jogadores que temos, eles trabalham muito duro e estamos animados com a oportunidade deles”.

O running back ainda tem dois anos restantes no contrato assinado em 2015 com os Bills, após troca com os Eagles ainda na época em que Rex Ryan era o técnico da franquia de Buffalo.

Se acontecer essa troca, Shady volta ao time em que jogou nos seis primeiros anos de sua carreira, nos quais teve 6.792 jardas terrestres e 44 touchdowns e foi eleito duas vezes para o time de melhores jogadores da temporada, o All-Pro, em 2011 e 2013.

(Foto: Mike Ehrmann/Getty Images)

Oddsshark