04/02/2019 - 01h05

Patriots superam duelo defensivo, vencem Rams e conquistam o Super Bowl LIII

No Super Bowl com menor placar da história, Patriots derrotam Rams e igualam número de títulos dos Steelers

Super Bowl LIII - New England Patriots v Los Angeles RamsA dinastia continua. Na noite deste domingo (3), o New England Patriots venceu o rematch contra o Los Angeles Rams por um magro placar de 13 a 3 e conquistou o Super Bowl LIII. Com seis anéis, os Patriots igualam o Pittsburgh Steelers como os maiores vencedores da decisão da NFL.

Tom Brady completou 21 dos 35 lançamentos que tentou, conquistando 262 jardas com uma interceptação. Sony Michel contribuiu com 94 jardas terrestres e foi o responsável pelo único touchdown da decisão. Julian Edelman liderou o ataque aéreo dos Patriots com 141 jardas em dez recepções e foi eleito o MVP. Rob Gronkowski voltou a aparecer bem, curiosamente com 87 jardas conquistadas em seis recepções. Destaque também para a linha ofensiva, novamente dominante, que cedeu apenas um sack e permitiu um ótimo desenvolvimento do jogo corrido com 154 jardas totais.

Pelo lado dos Rams, o jogo terrestre não entrou em campo. Todd Gurley pouco apareceu e teve apenas 35 jardas em dez tentativas. C.J. Anderson foi ainda menos utilizado, com 22 jardas em sete corridas. Jared Goff acertou 19 passes em 38 tentativas, lançando para 229 jardas e uma interceptação no fim da partida que selou o resultado. Brandin Cooks conquistou 120 jardas em oito recepções. Na defesa, Aaron Donald teve apenas cinco tackles, Ndamukong Suh outros dois e John Franklin-Myers foi creditado com o único sack do time.

Os Patriots começaram utilizando o jogo terrestre, seguindo a tendência dos últimos jogos. Na primeira tentativa de passe de Tom Brady no jogo, Nickell Robey-Coleman desviou a bola e Cory Littleton conseguiu a interceptação. A defesa de New England apareceu bem e forçou um three-and-out.


Recomeçando na linha de 12 jardas do próprio campo, os Patriots conseguiram uma conversão crucial de terceira descida longa com Julian Edelman. A defesa dos Rams conseguiu dois tackles atrás da linha de scrimmage, mas a segunda jogada resultou em uma penalidade de 15 jardas contra o time. Com um passe longo de Brady para Rob Gronkowski, New England entrou no território adversário e posicionou Stephen Gostkowski para um field goal de 46 jardas. No entanto, o kicker desperdiçou o chute e o placar permaneceu zerado. Apesar de um domínio dos Patriots na posse de bola, com quase 80% do tempo, o primeiro quarto chegou ao fim com um 0 a 0 no marcador.

Depois de um novo three-and-out de Los Angeles, New England conduziu uma sólida campanha que começou com outra conversão de terceira descida em um passe longo de Brady para Edelman. Gostkowski entrou para tentar outro chute, agora de 42 jardas. Com algum esforço, o kicker converteu os três pontos e abriu o placar do Super Bowl LIII.

A defesa dos Patriots novamente apareceu bem ao forçar um sack de 14 jardas em Jared Goff em uma terceira descida curta. Com o ataque recebendo a bola em boa posição, o time de New England avançou bem e chegou mais uma vez ao campo de ataque. Cordarelle Patterson foi parado a uma jarda de conseguir um first down na linha de 32 jardas e a equipe decidiu arriscar uma quarta descida. Os Rams conseguiram impedir a conversão, mas também deixaram o campo sem pontuar no ataque. Com atuações defensivas sólidas dos dois lados, o primeiro tempo chegou ao fim com o magro placar de 3 a 0.

Após o halftime show, com Maroon 5, a primeira posse foi dos Rams e resultou em mais um punt – o sétimo consecutivo, maior marca da história da decisão da NFL. Para New England, a nota negativa ficou por conta de Patrick Chung, que deixou o campo com uma lesão no braço e não retornou. A troca de chutes continuou até que o ataque do time de Los Angeles enfim conseguiu um avanço maior. Jared Goff conseguiu a primeira conversão de terceira descida para a equipe na partida com um passe de 18 jardas para Robert Woods, levando o time para uma posição de field goal. A defesa dos Patriots ainda conseguiu um sack para forçar um longo chute de 53 jardas, mas Greg Zuerlein converteu o field goal e empatou o placar.

O último quarto começou estabelecendo uma marca, já que pela primeira vez na história um Super Bowl seguia sem touchdowns após três quartos. As defesas seguiram aparecendo bem, e foi aí que a conexão entre Brady e Gronkowski aconteceu. Com um belo passe, o quarterback colocou o tight end na linha de duas jardas. Sony Michel precisou apenas de uma corrida curta para entrar na end zone e enfim anotar o primeiro touchdown da decisão. Gostkowski converteu o extra point e New England abriu 10 a 3.


Com as costas contra a parede, o ataque dos Rams entrou no jogo. Goff encaixou uma boa sequência de passes e rapidamente levou o time de Los Angeles para o campo de ataque. Quando a campanha parecia destinada para a end zone, o quarterback acusou a pressão e teve um under throw antecipado por Stephon Gilmore, que conseguiu a interceptação e retomou a bola para os Patriots com pouco mais de quatro minutos restantes.


Duas corridas longas de Sony Michel e Rex Burkhead levaram o time de New England para o campo de ataque. O jogo seguiu para o two-minute warning com os Patriots a uma jarda do first down da vitória. Na volta do intervalo, os Rams pararam Sony Michel e forçaram a quarta descida. Os comandados de Bill Belichick ameaçaram buscar a conversão para forçar uma falta, mas no fim coube a Gostkowski entrar em campo. O kicker converteu um chute de 41 jardas e encaminhou o título do Super Bowl, abrindo duas posses de diferença.

Com pouco mais de um minuto restando, os Rams ainda posicionaram Zuerlein para um field goal de 48 jardas. Mas o abalo emocional era evidente para o time de LA, e Greg the Leg desperdiçou o chute. Coube a Tom Brady ajoelhar com cinco segundos restando no cronômetro para selar o sexto título da história da franquia.

(Foto: Maddie Meyer/Getty Images)

Oddsshark