15/01/2019 - 18h13

Matt Nagy diz que telefonema para Kareem Hunt foi estritamente pessoal

Head coach dos Bears falou sobre comportamento de Hunt e queria saber como o jogador está

ARLINGTON, TX - NOVEMBER 05: Kareem Hunt #27 of the Kansas City Chiefs gains first down yardage against Sean Lee #50 of the Dallas Cowboys in the second quarter of a football game at AT&T Stadium on November 5, 2017 in Arlington, Texas.O técnico do Chicago Bears, Matt Nagy, disse que seu telefonema para Kareem Hunt, divulgado pela mídia nos últimos dias, não tem nada a ver com uma possível ida do running back para o seu time e que o assunto foi estritamente pessoal. Os Bears, por sua vez, ainda não descartam a possibilidade de Hunt atuar em Chicago na próxima temporada.

“Eu conversei com Kareem, querendo saber como ele está”, disse Nagy, de acordo com Jeff Dickerson, da ESPN americana. “Tivemos uma boa conversa. É um atleta que passei um ano treinando no ataque. É uma situação difícil. Eu queria me certificar de que ele está bem, mas entendendo que a situação que aconteceu é lamentável para todos. Ele sabe disso.”.

Nagy foi coordenador ofensivo dos Chiefs na temporada de estreia de Hunt na NFL, em 2017.

“A única coisa que me importava quando eu falava com ele era literalmente sua vida pessoal, como ele está”, continuou o head coach dos Bears. “Foi uma boa conversa. Ele me pareceu bem. Mas é isso, há mais do que o futebol americano, então falamos estritamente sobre isso.”

Os Chiefs dispensaram Hunt em 1º de dezembro, depois de um vídeo em que ele aparece agredindo uma mulher em um hotel em Cleveland. O RB está atualmente na Lista de Isenção da NFL e não pode assinar com uma equipe até que ele seja reintegrado.

Hunt tinha 824 jardas correndo e 378 jardas de recepção com 14 touchdowns totais na temporada de 2018 antes de ser cortado pelos Chiefs.

“Ele era realmente um garoto muito bom. Ele vinha trabalhar todos os dias. Ele não chegava atrasado às reuniões, nada disso. Então, obviamente, foi uma surpresa. É uma situação infeliz para todos. Todos nós entendemos isso. É uma lição de aprendizagem para todos “, concluiu o comandante de Chicago.

(Foto: Ron Jenkins/Getty Images)

Oddsshark