10/01/2019 - 16h23

Kliff Kingsbury elogia a competitividade de Josh Rosen

Em entrevista para programa, Kingsbury disse que acredita no potencial e na resiliência de Rosen

Kliff Kingsbury, novo head coach do Arizona Cardinals, vê muitas qualidades no quarterback Josh Rosen. Em entrevista para o programa “Good Morning Football”, Kingsbury ressaltou que o atleta de 21 anos foi um dos principais motivos para aceitar a vaga.

“Eu acredito que Rosen é muito talentoso ao passar a bola”, disse Kingsbury. “Quando ele não está sob pressão, ele pode completar um passe para qualquer recebedor. Ele é um jovem muito esperto e competitivo. Aliás, ele é muito competitivo”, completa o head coach de 39 anos.

Apesar de uma dura temporada de estreia, Kingsbury acredita que a resiliência de Rosen é promissora: “Esse ano foi complicado. Ele sofreu muitas pancadas e sacks, mas ele continuou levantando, o que é algo interessante para ver como head coach – que ele vai continuar lutando e jogando o que sabe pelos seus companheiros”, explicou Kliff.

Como rookie, Rosen terminou com 217 passes completos para 2.278 jardas aéreas, com 55% de aproveitamento nas tentativas. O quarterback conseguiu lançar 11 touchdowns, mas foi interceptado 14 vezes e sofreu 10 fumbles.

Contudo, com a possibilidade de Kyler Murray, quarterback de Oklahoma e vencedor do Heisman Trophy, se eleger para o Draft da NFL, um vídeo gravado há alguns meses voltou à tona. Em outubro do ano passado, Kingsbury confessou que escolheria Murray na primeira escolha geral.

Confira a seguir o vídeo em que Kingsbury fala sobre Murray:

Nesta temporada, os Cardinals foram a pior equipe da NFL, com um recorde de apenas três vitórias e 13 derrotas, terminando em último lugar na NFC West. Por conta disso, a franquia de Arizona possui a primeira escolha do próximo Draft.

Os Cardinalds contrataram Kingsbury nesta terça-feira (08) após ele aceitar o convite para ser coordenador ofensivo em USC, no College Football. Em novembro do ano passado, Texas Tech o demitiu após seis temporadas como head coach, período em que conseguiu 35 vitórias e 40 derrotas.

(Foto: Reprodução Twitter/NFL)

Oddsshark