03/12/2018 - 22h09

Doug Baldwin: ‘Pensamos em homenagear Richard Sherman’

Wide receiver foi protagonista em lance que lembrou jogada do ex-companheiro contra os 49ers

O reencontro entre Seattle Seahawks e o cornerback Richard Sherman era muito aguardado desde a sua saída, na offseason desta temporada, para o San Francisco 49ers.

Muitos acreditavam que Sherman pudesse ser o protagonista da defesa dos Niners ao interceptar Russell Wilson, no Century Link Field. No entanto, o que se viu foi um remake de uma das jogadas mais icônicas que Sherman já produziu com a camisa dos Seahawks, justamente contra sua atual equipe.

No touchdown convertido por Jaron Brown, ainda no primeiro quarto da partida, Doug Baldwin comandou uma comemoração inusitada e ajeitou a bola para seu companheiro fazer uma recepção, lembrando muito o toque que Sherman deu na bola para o linebacker Malcom Smith capitalizar a interceptação, contra os 49ers, na decisão da NFC em 2014.

Questionado sobre o lance, Doug Baldwin afirmou que a ideia foi homenagear seu ex-companheiro e rechaçou a ideia de provocação contra Sherman:

“Foi uma homenagem a ele. Sei que vocês pensam que somos como máquinas, que não somos humanos, que não temos sentimento. Mas quando você convive com as pessoas por muito tempo é difícil não criar amizades”, Baldwin disse a TJ Cotterill, do veículo The News Tribune.

O wide receiver lembrou que Sherman simbolizou por muito tempo a franquia de Seattle, e o gesto não passou de um reconhecimento por tudo que o cornerback fez pelos Seahawks. “A gente tem a oportunidade de trabalhar com pessoas incríveis, e Sherman é um desses caras que representou muito bem nossa organização. Seria legal prestar a ele essa homenagem”.

Baldwin ainda disse que não se acostumou com a ideia de ver Sherman atuando pelo grande rival de divisão, e jogadas como essa são difíceis de esquecer. “É estranho. Enquanto comemoramos o touchdown, ele estava lá do outro lado. Mas pensamos nessa jogada durante toda semana, foi um jeito de mostrar que não esquecemos do que ele fez por aqui”.

Com a vitória no último domingo, por 43 a 16, os Seahawks (7-5) estão vivos na luta por um lugar nos playoffs e deixam os 49ers (2-10) com a pior campanha da NFL.

Defendendo os 49ers, Sherman ainda procura sua primeira interceptação na temporada, naquela que pode ser a única vez que o Pro Bowler termina um ano sem provocar turnovers.

(Crédito da Foto: Divulgação/Seattle Seahawks)

Oddsshark