02/05/2018 - 13h01

Com mesmo advogado de Kaepernick, Eric Reid processa a NFL por ‘boicote’

Ex-safety do San Francisco 49ers e hoje free agent, atleta que ajoelhou durante hino põe liga na Justiça ao não ser procurado

Eric Reid pelos San Francisco 49ersNão parou em Colin Kaepernick. Agora é a vez do safety Eric Reid processar a NFL sob a acusação de ‘boicote’ contra ele. Um dos protagonistas do protesto contra violência policial sobre a população negra dos EUA, no qual também ajoelhava durante o hino norte-americano, o defensor ainda não foi procurado para assinar com nenhuma franquia após seis semanas de mercado aberto.

Para Reid, isso é um sinal de um conluio entre os proprietários dos times para que jogadores diretamente envolvidos nas manifestações não voltem a atuar pela liga. Para o processo, ele contratou o mesmo advogado de Kaepernick, Mark Geragos, que também processa a NFL pelo mesmo motivo.

O strong safety é free agent desde que seu contrato de rookie com o San Francisco 49ers se encerrou na última temporada – a franquia tinha acionado a opção de extensão contratual para um quinto ano. Reid foi draftado em 2013 como a 18ª escolha geral, vindo de LSU.

Diferentemente de Kaepernick, o argumento de declínio técnico para com Reid pode não ser tão válido, já que ele vem de uma temporada razoavelmente boa com os 49ers. Em 13 jogos da última temporada regular, ele efetuou 66 tackles, quatro passes desviados, duas interceptações e um fumble recuperado.

Em março, em entrevista dada ao NBC Sports Bay Area, o safety disse que estava pronto para aceitar seu futuro, porque a atitude de ajoelhar durante o hino ao lado de Kaepernick foi uma decisão correta.

“Eu continuo mantendo o que eu fiz. Eu sei por que fiz isso. Minha fé em Deus é a razão. Posso dormir à noite confiante de que fiz o que fui chamado para fazer. Só irei me manter positivo, continuar tentando ficar em forma e esperar para ver o que acontece. Eu disse no final da última temporada que estou bem, não importa o que aconteça”, declarou Eric Reid.

Crédito da Foto: Reprodução.

Oddsshark