16/04/2017 - 12h47

Aaron Hernandez é considerado inocente da acusação de duplo homicídio

Ex-jogador do New England Patriots, acusado de matar duas pessoas em 2012, foi julgado e inocentado

O ex-jogador de futebol americano Aaron Hernandez, acusado de matar dois homens em 2012, foi julgado na última sexta-feira (14) pelo Tribunal de Boston e inocentado.

Os promotores disseram que Hernandez atirou em um carro onde estavam Daniel de Abreu e Safiro Furtado, porque se sentiu desrespeitado quando um deles esbarrou nele em uma boate e derramou sua bebida.

O julgamento iniciou em 7 de abril e durante seis dias o júri ouviu diversas testemunhas trazidas pelos advogados de acusação e de defesa, entre eles o wide receiver do Chicago Bears Deonte Thompson, que testemunhou a favor de Hernandez.

A decisão veio após uma deliberação de 37 horas que definiu a inocência de Hernandez no caso de duplo homicídio, porém o ex-jogador foi considerado culpado por posse ilegal de arma, ao qual foi condenado a uma pena de 4 a 5 anos de prisão.

Hernandez continuará a cumprir pena perpétua sem direito a condicional, no entanto, esta se dá devido ao assassinato do namorado da irmã de sua noiva, Odin Lloyd, pelo qual foi condenado em 2015.

Aaron Hernandez era ex-tight end do New England Patriots e na época das acusações o jogador possuía um contrato de US$ 41 milhões.

(Foto: Wikimedia Commons)

Oddsshark