21/02/2019 - 20h15

Nike desvaloriza em mais de US$ 1 bilhão após lesão de Zion Williamson

Tênis estourou no pé de Zion e provocou um dia catastrófico para a marca de material esportivo na bolsa de valores

DURHAM, NORTH CAROLINA - FEBRUARY 20: Zion Williamson #1 of the Duke Blue Devils reacts after falling as his shoe breaks during their game against the North Carolina Tar Heels at Cameron Indoor Stadium on February 20, 2019 in Durham, North CarolinaSe a noite foi dura para Duke e para Zion Williamson, o dia não está sendo dos melhores para a Nike. A marca de material esportivo desvalorizou em mais de US$ 1 bilhão nesta quinta-feira (21), horas depois do tênis usado por Zion no jogo de ontem contra North Carolina ter estourado e provocado uma lesão no atleta.

Segundo informações do Infomoney, a empresa fechou o pregão de hoje na bolsa de valores com queda de 1,05% e com ações vendidas a US$ 83,95. No total, a perda em valor de mercado é de US$ 1,12 bilhão, o que na cotação de hoje significa algo em torno de R$ 4,2 bilhões.

O tênis Nike que Williamson usava estourou, literalmente, logo no primeiro lance do jogo desta quarta, e o jogador acabou pisando em falso, provocando uma contusão no seu joelho. O jovem talento não retornou para a partida e sem ele, Duke acabou derrotada por North Carolina. Segundo divulgado nesta quinta pelos Blue Devils, ele tem apenas uma torção leve no joelho e será avaliado pelos médicos diariamente.

A expectativa pela partida, que reunia dois dos maiores rivais do basquete universitário, era grande. Especialmente pela presença de Zion. Os ingressos do confronto tinham valores comparáveis aos do Super Bowl e mesmo assim foram todos vendidos.

A Nike já se pronunciou oficialmente sobre o ocorrido: “Estamos obviamente preocupados e queremos desejar a Zion uma rápida recuperação. A qualidade e o desempenho de nossos produtos são de extrema importância. Embora seja uma ocorrência isolada, estamos trabalhando para identificar o problema.”

Além da desvalorização instantânea, a Nike ainda teve de aturar provocações dos concorrentes, como a Puma, que prontamente publicou nas redes sociais seu famoso bordão após o lance: “isso não aconteceria num Puma”.

View this post on Instagram

Alfinetada da Puma! No esperado clássico universitário, Zion Williamson se machucou logo no primeiro minuto de jogo e viu North Carolina vencer Duke com tranquilidade por 88 a 72. Na jogada, Zion tentou girar mas seu tênis abriu e fez com que ele caísse de mau jeito em quadra (Deslize 👉 e assista, #Repost @ballersbridge). A estrela de Duke não voltou mais para a partida devido à lesão no joelho. Então a Puma, que recentemente lançou modelos de tênis de basquete e patrocina jogadores como DeMarcus Cousins, Terry Rozier e Danny Green, aproveitou o momento para 'cutucar' a Nike, fornecedora de material esportivo de Zion. 'Isso não aconteceria com um Puma'. A sensação do College usava um Nike PG 2.5 PE — modelo Paul George. #NBA #nbabrasil #nbanaespn #ncaa #collegebasketball #collegenaespn #basquete #theplayoffs

A post shared by The Playoffs (@theplayoffsbr) on

Zion Williamson é no momento o principal favorito a ser a primeira escolha do Draft de 2019 da NBA. Vale reforçar que atletas universitários não podem assinar contratos de patrocínio, ou seja, a Nike não tem qualquer vínculo contratual com o craque dos Blue Devils.

(Foto: Streeter Lecka/Getty Images)

Oddsshark