12/01/2018 - 04h16

Minkah Fitzpatrick se declara para o Draft 2018 da NFL

Defensive back de Alabama é um dos principais prospectos para entrar na liga este ano

Jogadores de Alabama de declaram para o Draft 2018Minkah Fitzpatrick é um dos melhores jogadores do College Football. Ou era. O jogador se declarou, nesta quinta-feira (11), ao Draft 2018 da NFL. O defensive back participou de três temporadas da NCAA com a atual campeã Alabama Crimson Tide.

Vencedor do Chuck Bednarik Award, prêmio dado ao melhor jogador defensivo do College Footbal, e do Jim Thorpe Award, dado ao melhor defensive back da temporada, em 2017, Fitzpatrick coleciona bons números e recordes atuando pela Crimson Tide. O jogador foi duas vezes campeão nacional, eleito duas vezes para o All-American Team, empatou o recorde de mais interceptações em uma única partida (3) e detém o recorde de mais pick-six do programa (4).

O jogador ainda não tem uma posição definida para a NFL, já que teve boas atuações jogando tanto como safety quanto cornerback na universidade. Sem dúvidas, porém, Fitzpatrick seria uma grande contribuição a qualquer time da liga e deve ser um dos primeiros nomes chamados no dia 26 de abril.

Além de Fitzpatrick, outros importantes jogadores de Alabama decidiram ir para o Draft já neste ano ao invés de usar seu último ano de eligibilidade na NCAA. Alguns exemplos são o também defensive back Ronnie Harrison, o defensive tackle Da’Ron Payne e o running back Bo Scarbrough, que tiveram a intenção anunciada em coletiva de imprensa também nesta quinta-feira e o wide receiver Calvin Ridley, que se declarou na quarta-feira (10)

Enquanto a falta de Scarbrough pode ser suprida por Damien Harris, que decidiu voltar para seu último ano, e pelo calouro Najee Harris, com grande atuação na final do College Football Playoff, o corpo de recebedores deve ficar mais fraco sem Ridley, um dos únicos dois jogadores com mais de 200 recepções pela Crimson Tide.

O head coach de Alabama, Nick Saban, agradeceu a contribuição destes importantes jogadores para o programa.

“Eu não posso dizer o bastante sobre a contribuição que esses caras fizeram. Parece ontem que estávamos em suas casas os recrutando”, afirmou o treinador na entrevista coletiva.

(Foto: Reprodução Twitter / Alabama Football)

Oddsshark