16/09/2018 - 09h08

BYU surpreende e consegue upset para cima de Wisconsin

Cougars jogam bem e com direito a tricky play vencem fora de casa; Notre Dame segue invicta

BYU surpreende Wisconsin

Num jogo extremamente equilibrado, BYU conseguiu um feito que ninguém realizava fazia tempo. Jogando no Camp Randall Stadium, casa de Wisconsin, os Cougars encerraram uma invenciblidade de 41 jogos dos Badgers sob seus domínios. No triunfo por 24 a 21, o destaque ficou para o running back Squally Canada.

Canada teve 11 tentativas de corrida e anotou dois touchdowns. Acumulou um total de 118 jardas, perfazendo uma média de 10.7 jardas por corrida. O duelo de corredores foi interessante, pois do outro lado, Jonathan Taylor não anotou TD’s, mas conseguiu 117 jardas.

Logo na segunda campanha, os anfitriões pareciam que teriam mais uma tarde como as outras. Taylor completou pequenas corridas que fizeram o time avançar. Quem finalizou o serviço foi Taiwan Deal com uma corrida de duas jardas. Foi a única vez que os Badgers ficaram a frente do placar.

Então a estrela do dia começou a brilhar. Canada correu para três jardas e deixou tudo igual. Durante a campanha, o RB conseguiu um excepcional avanço de 44 jardas. A virada não demorou. Numa belíssima tricky play o running back Aleva Hifo conectou o tight end Moroni Laulu-Pututau e deixou tudo em 14 a 07.

O empate viria antes do intervalo. Em mais um drive com diversas pequenas corridas, Wisconsin chegou a linha de duas jardas dos Cougars e conseguiram o TD com Alec Ingold.

Squally Canada levando BYU a frente:

Na volta dos vestiários, BYU tomou conta do jogo. Zayne Anderson conseguiu interceptar Hornibrook e avançar 12 jardas. O trabalho ficou facilitado para Canada. O running back apareceu mais uma vez e numa corrida de duas jardas, marcou seu segundo TD e colocou vantagem para os visitantes, 21 a 14.

Wisconsin precisou sair com tudo para o ataque. A estratégia inicial se repetiu. Pequenos avanços, liderados por corridas de Taylor para deixar o time em boa situação para marcar. Serviço feito e a finalização fica por conta de Deal mais uma vez, touchdown com corrida de apenas cinco jardas.

Só que do outro lado estava Squally Canada em dia iluminado. Logo após o kickoff, corrida de 46 jardas. O time não conseguiu avançar muito depois disso, mas foi o suficiente para que Skyler Southam acertasse um field goal de 45 jardas, 24 a 21.

Os donos da casa ainda teriam uma chance de empatar com 36 segundos para o fim. Porém, o brasileiro Rafael Gaglianone errou um chute de 42 jardas que sepultou as chances de igualar o duelo e deu fim a provavelmente as chances dos Badgers de irem ao College Football Playoff.

Com primeiro tempo dominante, Notre Dame vence e segue invicta

Notre Dame vence em casa

Notre Dame tinha um desafio que não parecia muito fácil, apesar de atuar em casa. Os Fighthing Irish encarariam Vanderbilt, que chegava, assim como os anfitriões, sem conhecer o que era derrota. Mas com bom jogo de Tony Jones Jr, ND saiu com a vitória por 22 a 17.

Os irlandeses dominaram o primeiro tempo por completo. Forçando o ataque dos visitantes com diversos punts, ND chegou a abrir 16 a 00 e só não teve uma etapa perfeita, pois com o cronômetro zerado, Ryley Guay conseguiu um field goal de 21 jardas.

A segunda parte do jogo foi para administrar o resultado. O time até tomou um susto com a aproximação de Vanderbilt no placar, mas nçada que a defesa dos donos da casa não pudesse segurar até o fim.

Foto 1: Twitter / BYU
Foto 2: Twitter / Notre Dame

Oddsshark