10/10/2018 - 18h26

‘Você tem que segui-lo’, declara Kevin Love sobre parceria com LeBron James

Ala-pivô conta sobre sua chegada aos Cavs e sua relação com o astro e Kyrie Irving

LeBron James, Kevin Love e Kyrie Irving participam do ESPYS 2016Agora membro do Los Angeles Lakers, LeBron James está prestes a iniciar sua 16ª temporada na NBA sem nenhum colega de equipe de nível All-Star. Mas, o ex-companheiro do camisa 23 no Cleveland Cavaliers Kevin Love deu uns conselhos para qualquer estrela que escolha eventualmente unir forças ao astro eleito quatro vezes o MVP da liga.

“Você tem que segui-lo. Você tem que aprender muito sobre isso”, declarou Love de acordo com o jornalista Brian Windhorst, da ESPN americana.

Love diz que aprendeu durante seu tempo jogando ao lado de James, depois de passar várias temporadas como o melhor jogador do então humilde Minnesota Timberwolves. “Era difícil, aquele lugar era uma porta giratória”, declarou Love sobre seu tempo em Minneapolis. “Não tivemos veteranos e não houve continuidade. Eu tive alguns maus hábitos.”

Os Wolves negociaram o ala-pivô com os Cavs em 2014 e ele foi rapidamente rebaixado para a terceira opção de pontuação, atrás de James e Kyrie Irving. Seus números sofreram uma queda drástica, mas Kevin Love acabou saindo com um anel da NBA em 2016 e muita experiência nos playoffs, apesar da luta dentro e fora da quadra.

“Você não é o melhor (jogando com LeBron)”, explicou Love. “Eu apenas tentei continuar a ser eu mesmo e não fingir isso. Eu disse como eu me sentia. Se nós discordamos ou concordamos, minha voz foi ouvida.”

“Você tem que ser resiliente”, acrescentou. “Eu tive muitas noites difíceis. Houve tempos difíceis. Mas eu sempre acreditei em continuar lutando, eu era teimoso sobre isso. E LeBron garante que você tenha uma chance de ganhar a cada ano. Você vai vencer no mais alto nível. Nós vencemos e nos ligamos, e vamos continuar essa irmandade”, finalizou o atleta dos Cavaliers.

Kevin Love alcançou médias de 17,6 pontos e 9,3 rebotes em 59 jogos na última temporada e foi premiado com uma extensão de contrato de quatro anos no valor de US$ 120 milhões logo após a saída de James neste verão. Agora, será o grande nome dos Cavs.

Crédito da foto: Kevin Winter/Getty Images

Oddsshark