24/06/2018 - 19h28

Treinador afirma que Markelle Fultz ‘esqueceu como arremessar’

Profissional revelou que o jogador sofre com espasmos involuntários no punho, que prejudicam sua mecânica de arremesso

Philadelphia 76ers - Markelle FultzMarkelle Fultz foi a primeira escolha do Draft de 2017, sendo selecionado pelo Philadelphia 76ers. Por essa razão, a expectativa em cima do jogador era muito grande. O problema é que ele não teve bom desempenho e perdeu boa parte da temporada com uma misteriosa lesão no ombro.

Neste domingo (24), o personal trainer do jovem atleta, Drew Hanlen, confirmou o que já se esperava diante do cenário visto ao longo da temporada da NBA.

De acordo com o treinador, Fultz sofre de “yips”, termo em inglês para espasmos involuntários no punho que prejudicam as habilidades motoras. A condição ocorre de repente e sem explicação aparente, sendo um fenômeno mal compreendido e sem um tratamento conhecido, afetando diversos atletas.

“Ele teve um dos casos mais documentados de ‘yips’ no basquete nos últimos anos, em que ele esqueceu completamente como arremessar e teve vários problemas em sua mecânica”, explicou Hanlen em entrevista ao programa Talking Schmidt Podcast.

Hanlen é um treinador bem conhecido, que já trabalhou com várias estrelas da NBA, incluindo Joel Embiid e Jayson Tatum. Por essa razão, foi escolhido para corrigir a técnica e os movimentos de Fultz.

Ao chegar na NBA, o jogador dos Sixers teve seu estilo comparado com James Harden. Além disso, esperava-se que ele mostrasse seu talento arremessando da linha dos três pontos, algo visto em muitos momentos nos jogos universitários.

No entanto, Fultz não arriscava esse tipo de lance nas partidas da NBA, e os Sixers tiveram que mascarar sua súbita falta de confiança com uma ausência provocada por uma lesão no ombro. Ele ainda retornou no final da temporada, mas quase não atuou nos playoffs.

O ponto positivo para os fãs dos Sixers não perderem as esperanças em Fultz, é que Hanlen é muito talentoso. O personal trainer também disse que o jogador está em um bom processo de evolução.

“Estamos muito à frente do ritmo de onde eu pensei que estaríamos. Pensei que levaria pelo menos seis semanas antes que tivéssemos um bom jump shot e já começamos a melhorar isso na segunda semana. Não está perfeito ainda, mas até o final do verão, ele estará de volta inteiro, e ele mostrará às pessoas por que ele foi escolhido como o número 1″, disse Hanlen.

Crédito da foto: Reprodução Twitter/NBA

Oddsshark