12/02/2019 - 01h55

Thunder vence Blazers em noite inspirada e histórica de seus craques

Westbrook bate recorde histórico, Paul George marca um triplo-duplo gigante e OKC vence mais uma

Foi uma noite histórica na Chesapeake Energy Arena, em Oklahoma. Nesta segunda-feira (11), o Thunder venceu os Blazers por 120 a 111, em um jogo de domínio no placar do começo ao fim e que entra por recordes e atuações individuais.

Como marca histórica, Russell Westbrook chegou ao seu décimo jogo seguido com triplo-duplo, quebrando o recorde de Wilt Chamberlain que durava desde 1968. Foram 21 pontos, 14 rebotes e e 11 assistências. Além dele, Paul George teve uma noite de gala, anotando 47 pontos, pegando 12 rebotes, distribuindo 10 assistências e também terminando com um triplo-duplo.

Pelo lado do Portland, Damian Lillard foi o cestinha com 31 pontos (9-22 nos arremessos). Jake Layman, vindo do banco, contribuiu com 17, e McCollum, o segundo principal jogador da equipe, terminou a partida com apenas 13 pontos.

OKC tem 37 vitórias e 19 derrotas, permanecendo em terceiro na Conferência Oeste e embalando sua quarta vitória seguida. Agora, a franquia soma 11 vitórias nos últimos 12 jogos. O Portland, concorrente direto do Thunder, perde a terceira partida para o rival na temporada e fica com 33 vitórias e 23 derrotas, ficando na quarta posição.

O JOGO

Logo de início, Paul George foi mostrando seu cartão de visita. Um dos candidatos ao prêmio de MVP dessa temporada enterrou em uma jogada de habilidade e converteu bolas de três pontos. Por outro lado, Portland sentiu dificuldades na forte marcação de OKC e cometeu erros de arremesso e turnovers.

No segundo quarto, o ímpeto do time da casa não diminuiu. Sem Schroder, que ganhou um filho e foi liberado da partida, Raymond Felton foi o responsável por comandar o banco do time, e fez isso muito bem. Os Blazers diminuiram a vantagem por algum tempo, mas Lillard e McCollum seguiram oscilante e a diferença foi grande ao final do primeiro tempo.

Foram 25 pontos (8-11) para George, 12 pontos, nove rebotes e quatro assistências para Westbrook e 15 para Felton, uma grata surpresa para o Thunder. Por outro lado, Lillard teve apenas 1/10 nos arremessos de quadra e McCollum 4/15, aproveitamento que derrubou o time e fez a partida ficar em uma parcial de 68 a 49.

Os Blazers voltaram melhor para a segunda etapa e não permitiram que o Thunder aumentasse a vantagem. O jogo ficou em aberto, com Oklahoma preso na boa marcação de Portland, que forçou turnovers e arremessos forçados para o time da casa. Apesar de nenhum jogador se destacar individualmente, a equipe melhorou como um todo e foi tirando pontos.

A diferença para o último quarto começou em apenas cinco pontos de diferença, com o Thunder ainda à frente por 87 a 82. Entretanto, o camisa 13 do Thunder começou a colocar o jogo no bolso e acertar bolas consecutivas do perímetro e se aproximar do triplo-duplo.

O time de Lillard não desistiu, mas ficou correndo atrás pelo quarto inteiro. George e Westbrook garantiram a vitória de Oklahoma com direito a feitos históricos. Além do resultado positivo, Russell chegou ao triplo-duplo dando um passe para seu companheiro, e PG completou o TD também com assistência para West, uma combinação que explodiu a torcida no ginásio.

O próximo jogo de OKC será apenas na próxima quinta-feira (14), fora de casa, contra o New Orleans Pelicans. Já os Blazers jogarão na quarta-feira (13), contra o Golden State Warriors, no Moda Center.

Foto: Divulgação Twitter/Oklahoma City Thunder

 

 

Oddsshark