01/07/2016 - 16h55

O.J. Mayo é banido por violar lei antidrogas da NBA

Jogador foi suspenso por dois anos após ser acusado por teste e terá de lutar para recuperar carreira dramática

O.J. MayoA carreira de O.J. Mayo seguiu o curso contrário do que é costumeiro aos olhos de quem acompanha o basquete. Em sua temporada de estreia, o jogador conseguiu 18.5 pontos de média pelo Memphis Grizzlies, e na 2015-16, ajudou o Milwaukee Bucks com apenas 7.8 tentos por partida, ficando fora de parte dos jogos da equipe por lesionar o tornozelo direito.

Como se não bastasse a queda de seu desempenho, o jogador que se tornou agente livre nessa offseason, agora foi banido da liga, e não poderá assinar por qualquer time, tarefa que já não seria das mais fáceis sem a punição.

A “demissão e desqualificação” do jogador pela National Basketball Association (NBA) aconteceram já que o mesmo violou a política antidrogas da liga, e só poderá tentar o retorno à organização em dois anos.

Apesar da suspensão, não é permitido que as franquias, a associação de jogadores e nem mesmo a NBA exponham qualquer informação quanto ao teste ou tratamento do atleta em questão.

Casos como o de Mayo não são vistos todos os dias na liga, mas o ala-armador não foi o primeiro suspenso por abuso de drogas, como se pode ver na tabela a seguir:

DATA JOGADOR TIME
22/1/86 John Drew Utah Jazz
25/2/86 Michael Ray Richardson New Jersey Nets
13/1/87 Lewis Lloyd Houston Rockets
13/1/87 Mitchell Wiggins Houston Rockets
30/9/88 Duane Washington New Jersey Nets
29/6/89 Chris Washburn Atlanta Hawks
16/10/91 Roy Tarpley Dallas Mavericks
16/9/93 Richard Dumas Phoenix Suns
6/12/95 Roy Tarpley Dallas Mavericks
24/11/99 Stanley Roberts New Jersey Nets
27/1/06 Chris Andersen New Orleans Hornets

Em 2011, Mayo foi suspenso por 10 jogos depois de testar positivo para dehidroepiandrosterona (DHEA), um hormônio esteroide, que ele acreditava que estava contido em “bebida energética” comprada em um posto de gasolina local.

Se as coisas já não andavam boas para o atleta, ele agora deverá percorrer uma longa estrada para voltar aos bons tempos.

(Foto: Reprodução Facebook / Milwaukee Bucks) 

Oddsshark