06/03/2018 - 16h09

Kevin Love fala sobre saúde mental e revela ataques de pânico

Em carta escrita ao “The Player’s Tribune”, Love falou do ataque de pânico que ele teve no meio de um jogo

INDEPENDENCE, OH - SEPTEMBER 25: Kevin Love #0 of the Cleveland Cavaliers at Cleveland Clinic Courts on September 25, 2017 in Independence, OhioNo início desta temporada, o Cleveland Cavaliers não passava por um bom momento. E, mais precisamente no dia 10 de janeiro, um fato chamou atenção no jogo da equipe contra o Atlanta Hawks. O ala-pivô Kevin Love, um dos astros do time, quando foi substituído no terceiro quarto, começou a passar mal e ter sensações estranhas. Ele estava tendo um ataque de pânico no meio da partida, mas não sabias as causas daquilo estar acontecendo.

“Quando fui para o banco, senti meu coração palpitando mais forte do que o normal. Eu tinha dificuldades para respirar. É difícil descrever, mas tudo estava girando, como se meu cérebro estivesse querendo sair da minha cabeça”, escreveu Love, em um texto publicado no “The Player’s Tribune”. “Eu me lembro do nosso auxiliar técnico estar falando algo sobre a defesa. Eu acenei, mas não ouvi muito o que ele falou. Eu tinha surtado. Quando levantei, sabia que não poderia retornar ao jogo”, continuou o ala-pivô dos Cavaliers.

Além da má campanha do time de Cleveland no início da temporada, Kevin Love mencionou que estava passando também por alguns problemas familiares. Ele não conseguia dormir muito e andava muito estressado. Foi neste momento que todo o staff do Cleveland Cavaliers ajudou Love e o encaminhou a um terapeuta. Ele contou que não queria passar por um especialista, que tentaria superar os problemas sozinho, mas no final aceitou a recomendação do seu time.

“Ele (o terapeuta) me surpreendeu. Por algum motivo, basquete não era o fator principal. Ele acreditou que a NBA não era o motivo daquilo estar acontecendo e isso me acalmou. Conversamos sobre tudo, menos basquete, e eu percebi quantos problemas vêm de lugares que você não imagina”, acrescentou Kevin Love.

Passado o problema, a temporada continuou. E no dia 20 de janeiro, quando os Cavaliers enfrentaram o Thunder, Kevin Love saiu novamente da partida. Desta vez, acreditavam que ele estava com sintomas de enxaqueca. Depois, Love contou aos seus companheiros que saiu da partida por conta de mais um ataque de pânico. Apesar deste jogo não estar relacionado a carta que o ala-pivô escreveu, o problema enfrentado por ele ainda é o mesmo.

Kevin Love ainda falou dos problemas que DeMar DeRozan afirmou estar passando. Ele disse que concorda com DeRozan quando o jogador de Toronto diz que “ninguém sabe o que o outro está passando”.

“Eu gostaria de encerrar com algo que possa me lembrar destes dias: todo mundo esta passando por algo que não conseguimos ver. Saúde mental é algo invisível, mas sempre nos toca em algum momento. Isso é parte da vida”, finalizou Love.

(Foto: Jason Miller/Getty Images)

Oddsshark