10/10/2018 - 19h25

Jimmy Butler critica companheiros, técnicos e dirigentes em treino dos Timberwolves

Ala-armador fez o primeiro treino três semanas após pedir para ser trocado

Jimmy Butler é apresentado pelos TimberwolvesO ala-armador do Minnesota Timberwolves Jimmy Butler treinou pela primeira vez nesta pré-temporada na tarde desta quarta-feira (10) e causou um mal estar. Ele criticou os companheiros de equipe, técnicos e membros da diretoria da franquia. Foi também o primeiro contato dele com os colegas desde que pediu para ser trocado pela franquia.

De acordo com o repórter da ESPN norte-americana Adrian Wojnarowski, Butler estava com uma atitude violenta e intensa durante o treino dos Timberwolves, atacando o presidente de operações de basquete e técnico, Tom Thibodeau, o general manager Scott Layden e alguns companheiros de equipe, incluindo o pivô Karl-Anthony Towns e o ala Andrew Wiggins.

Uma das provocações que Jimmy Butler fez foi ao GM dos Timberwolves, que assistia ao treino, dizendo que ele é essencial para a equipe. “Você precisa de mim para c…, Scott. Você não pode vencer sem mim”, disparou o quatro vezes All-Star.

A atitude de Butler deixou os técnicos e membros do elenco sem palavras. Algumas fontes que estavam presentes no treino disseram que o jogador saiu com uma postura que enfatizou a crítica feita a Layden. Vale dizer também que o ala jogou com a terceira unidade dos Wolves e teria vencido os titulares numa espécie de “rachão”. Por isso, também, as provocações.

Após o treino, Jimmy Butler confirmou a confusão em entrevista a Rachel Nichols, da ESPN americana. “Não jogava basquete há algum tempo. É apaixonante. Eu não fiz isso por qualquer razão a não ser competir. Toda a minha emoção veio à tona no momento. É o jeito certo? Não. Mas eu não posso me controlar quando estou lá competindo. Esse sou eu na essência, no meu melhor, na minha maior pureza. Dentro das linhas”, explicou.

Butler seguiu falando e voltou a cutucar seus desafetos no elenco. “Estou sendo duro com ele? Sim, isso é quem eu sou”, disse sobre Towns. “Não sou o jogador mais talentoso do time. Quem é o mais talentoso do time é KAT (Towns). Quem é o jogador com o maior dom de Deus no nosso time é Wiggs (Wiggins). Quem joga mais duro? Eu. Eu jogo duro. Eu coloco meu corpo todo dia nos treinos, todo dia nos jogos. Essa é minha paixão. Todo mundo lidera de diferentes maneiras. É como eu mostro que estou aqui”.

Mesmo que Jimmy Butler esteja participando dos treinos com o Minnesota Timberwolves, a ideia de o jogador ser trocado continua na pauta de Tom Thibodeau. Informações da imprensa mostram que o Miami Heat, depois de tentar uma troca com a equipe de Minnesota semana passada, continua conversando para realizar a transferência de Butler para a equipe da Flórida. De acordo com a ESPN norte-americana, as negociações entre as equipes entraram em colapso após os Wolves mudarem a estrutura inicial da troca.

(Foto: Reprodução Twitter/Minnesota Timberwolves)

Oddsshark