12/08/2018 - 17h21

Dwyane Wade descarta possibilidade de jogar na China: ‘apenas no Heat’

Astro garante que não há hipótese de vestir outro uniforme que não seja do Miami Heat

Em partida emocionante, Wade decide no fim e Heat vence Sixers na FlóridaUma das últimas novelas da free agency envolve Dwyane Wade, o basquete chinês e o Miami Heat. Após assinar um contrato vitalício com a Li-Ning, empresa chinesa que desenvolve seus tênis desde 2012, o jogador recebeu uma proposta do Zhejiang Golden Bulls, no valor de US$ 25 milhões por três anos. Todo desenvolvimento da história apontava a China como um destino muito interessante para o jogador – principalmente no quesito publicitário. Mas o desejo do “Flash” é permanecer em Miami.

Para o repórter Manny Navarro, do portal Miami Herald, D-Wade disse: “[Jogaria] Apenas no Heat. Se eu jogar basquete este ano, será em um uniforme de Miami. Se não, estarei morando em Miami ou em outro lugar provavelmente”. A declaração deve ter animado o presidente Pat Riley e sua comissão técnica, que ainda desejam o retorno do jogador para a próxima temporada. Para isso, a equipe pode oferecer um contrato mínimo de veterano, no valor de US$ 2,4 milhões, ou oferecer a exceção média, que renderia a Wade US$ 5,3 milhões em 2018-19.

Toda a negociação vem sendo tratada com muita paciência e cautela. Nenhuma das partes parece demonstrar uma pressa para assinar um contrato logo. “Quando a decisão precisar ser tomada, ela será tomada “, continuou Wade. “Agora é diferente. Não é como se estivéssemos nos sentando tentando formular um contrato de US$ 100 milhões e eu precise assiná-lo até 8 de julho, então temos tempo”.

Aos 36 anos de idade, Dwyane começa a demonstrar os sinais do declínio físico e técnico. Entre as duas últimas temporadas, o jogador viu alguns números caírem drasticamente: de 29,9 minutos de média para 22,9 e de 18,3 pontos por jogo para 11,4.

No entanto, nos playoffs as estatísticas apresentaram uma surpresa: Wade marcou mais pontos nos últimos playoffs do que em 2016-17 (16,6 pontos por jogo contra 15). Com um papel de sexto homem em Miami, o ala-armador mostrou um bom basquete, com atuações que lembraram o grande D-Wade no auge.

Seja o Dwyane Wade da temporada regular ou o dos playoffs, o retorno do jogador para mais uma temporada continua sendo o desejo de todos os torcedores e fãs da NBA.

Foto: (Divulgação/NBA)

Oddsshark