24/01/2015 - 19h21

“Mr. Cub”, Ernie Banks morre aos 83 anos

Maior ídolo da história dos Cubs, Banks foi lembrado por Barack Obama (torcedor dos White Sox) após morte neste sábado

Conhecido com Mr. Cub, Ernie Banks jogou toda a carreira da MLB nos Cubs (Foto: USA Today)

Conhecido com Mr. Cub, Ernie Banks jogou toda a carreira da MLB nos Cubs (Foto: USA Today)

Morreu na madrugada deste sábado (24), aos 83 anos, Ernie Banks, mais conhecido como Mr. Cub. O maior ídolo da história do Chicago Cubs  e um dos maiores esportistas de Chicago em todos os tempos (comparável a Michael Jordan) estava internado no Northwestern Memorial Hospital, em Chicago, mas segundo sua família, ninguém esperava pela notícia ruim. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Banks ganhou o apelido após 19 anos de muito sucesso com a camisa dos Cubs entre 1953 e 1971, sendo este o único clube de sua vitoriosa carreira. Lá, apesar de nunca ter conquistado a World Series – que a franquia não vence desde 1908 -, foi MVP em duas temporadas e bateu 512 home runs, o que lhe coloca em 22º lugar na lista de todos os tempos da MLB.

Ernie Banks, também conhecido como “Mr. Sunshine”, pelo seu sorriso sempre radiante, entrou para o Hall da Fama do Beisebol em 1977, tendo seu definitivo reconhecimento pelas façanhas na carreira. Além disso, o número 14, que envergou por toda a carreira, foi aposentado pelo Chicago Cubs.

Homenagens

Em 2013, Ernie Banks recebeu medalha das mãos de Barack Obama (Foto: Huffington Post)

Em 2013, Ernie Banks recebeu medalha das mãos de Barack Obama (Foto: Huffington Post)

A morte do Mr. Cub trouxe comoção em todo o mundo da MLB. O Chicago Cubs disse, em comunicado oficial, “que não há palavras para expressar quanto importante Ernie Banks sempre será para a franquia, para a cidade de Chicago e para a Major League Baseball”.

O ainda comissário da Liga, Bud Selig, também lamentou a morte do ex-infielder em comunicado. “No dia em que encerrar minhas atividades como comissário do passatempo de América, saberei muito bem que Ernie foi um dos indivíduos especiais que encarnavam a boa vontade em toda sua vida”, afirmou Selig.

Quem também se manifestou foi o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, torcedor do Chicago White Sox, mas nem por isso menos fã do Mr. Cub. O primeiro presidente negro da história americana lembrou também da importância de Banks para o movimento negro no esporte. “Ernie surgiu nas ‘Negro Leagues’, ganhando US$ 7 por dia. Ele se tornou o primeiro afro-americano a jogar pelo Chicago Cubs e o primeiro número aposentado pela franquia”, disse Obama, lembrando de sua passagem pelas antigas ligas de besebol que eram restritas a atletas negros. “Em algum lugar, o sol está brilhando”.

Em 2013, Ernie Banks recebeu do próprio presidente Obama a “Medalha da Liberdade” da Casa Branca, em reconhecimento por sua benevolência em favor do esporte do país.

Oddsshark