15/04/2018 - 22h44

Clayton Kershaw doutrina e Dodgers vencem Diamondbacks

Em tarde dominante no montinho, ace dos Dodgers consegue 1ª vitória em 2018 e anota 12 strikeouts

Clayton Kershaw doutrina e Dodgers vencem DiamondbacksNeste domingo (15), foi comemorado o 71º aniversário do Jackie Robinson Day, dia de homenagens à memória de Jackie Robinson – primeiro jogador negro a atuar na MLB, em 1947, pelo Brooklyn Dodgers, hoje em L.A. E Los Angeles Dodgers (5-9) recebeu o Arizona Diamondbacks (11-4) no Dodger Stadium para o último compromisso da série. Lanternas da NL Oeste, os anfitriões venceram por 7 a 2.

Clayton Kershaw foi o destaque da partida. O ace eliminou 12 jogadores por strikeout, chegando ao 59º jogo da carreira como titular e com pelo menos dez strikeouts.

Kershaw (1-2, 1.73 ERA) foi creditado com a 1ª vitória em 2018, arremessando sete entradas, com duas rebatidas cedidas, uma corrida, um home run, além dos já comentados 12 strikeouts. Pelos Diamondbacks, Zack Godley (2-1, 3.00 ERA) permitiu cinco rebatidas, seis corridas (cinco corridas merecidas), seis walks, um home run e quatro strikeouts, nas quatro entradas em que atuou.

Os Dodgers abriram o placar na 2ª entrada: com as bases lotadas por causa de dois waks cedidos por Godley e um erro do shortstop Nick Ahmed (abrindo caminho para o avanço de Yasiel Puig), Enrique Hernandez conseguiu uma rebatida de sacrifício, impulsionando Puig até o home plate (1 a 0). Se aproveitando do desempenho turbulento do arremessador titular dos D-backs, a equipe de Los Angeles ampliou a vantagem na entrada seguinte. Lotando as bases mais uma vez, os anfitriões garantiram duas corridas na rebatida simples do “Puigão da massa” – uma com Corey Seager e a outra com Matt Kemp (3 a 0).

Zack Godley seguia com as costas na parede. Pouco depois da rebatida de Puig, o arremessador visitante cedeu mais dois walks (para Austin Barnes e Chase Utley), permitindo a corrida de Cody Bellinger (4 a 0). O estrago não parou aí: no primeiro at-bat da 4ª entrada, Chris Taylor isolou a bola para o campo esquerdo e chegou ao 3º home run na atual temporada (389 pés, 5 a 0).

O bullpen de Arizona entrou em ação já na 5ª entrada, com Silvino Bracho indo ao campo. Mesmo eliminando dois jogadores por strikeout, Bracho enfrentou problemas: cedeu duas rebatidas duplas. Uma delas para Taylor, gerando as corridas de Barnes (deixado em base por Godley) e Utley (7 a 0).

Os Diamondbacks começaram a esboçar uma tentativa de reação no topo da 7ª entrada, no home run solo de Paul Goldschmidt para o campo central (417 pés, 7 a 1). Duelando com o reliever Ross Stripling na 9ª entrada, Ketel Marte avançou David Peralta ao home plate (7 a 2), mas o esforço de encostar no placar não foi suficiente, ficando a vitória com os Dodgers.

A equipe de Los Angeles volta a jogar nesta segunda-feira (16), às 23:10h (horário de Brasília), contra o San Diego Padres. No dia seguinte (17), Arizona retorna ao Chase Field para encarar o San Francisco Giants, às 22:40h.

Foto: Divulgação/MLB

Oddsshark