02/02/2019 - 12h28

Brasil é eliminado do Pré-Pan de Beisebol Masculino

Brasil fica sem vaga no Pan de Lima e não tem mais chances de ir aos Jogos Olímpicos de Tóquio

Brasil é eliminado do Pré-Pan de Beisebol MasculinoNão deu para o Brasil no Pré-Pan de Beisebol Masculino. Mesmo sediando a competição que classifica quatro equipes para o Pan-Americano de Lima, que acontece no meio do ano e contando com o apoio da torcida, a seleção nacional ficou pelo caminho, sendo eliminada na primeira fase com três derrotas em três partidas. Garantiram vaga na competição continental República Dominicana, Nicarágua (que estavam no grupo A, com Brasil e México), Colômbia e Canadá (que vieram do grupo B, composto também pelo Panamá; a Venezuela abriu mão da participação poucos dias antes da bolinha começar a voar).

O Brasil entrou com um time forte no torneio, inicialmente organizado no estádio Mie Nishi, em São Paulo, e no CT de Ibiúna. Integraram a seleção brasileira, entre outros, os arremessadores Thyago Vieira, Andre Rienzo, Daniel Missaki, Tiago da Silva e Heitor Tokar, os infielders Victor Coutinho, Allan Fanhoni e Lucas Rojo e os outfielders Tiago Magalhães e Felipe Talos. O início da participação brasileira, porém, teve como principal destaque a chuva: os temporais que atingiram São Paulo no começo da semana tornaram inviável qualquer jogo no Mie Nishi, forçando os quatro times do grupo A a deslocar-se para Ibiúna e exigindo uma rodada dupla na quinta-feira (31).

A primeira partida do Brasil teve o México como oponente, e o time comandado por Rodolfo Puente não resistiu aos rivais, que não trouxeram qualquer de seus jogadores mais renomados. Os visitantes fizeram 13 a 3, aumentando a pressão para o segundo jogo, contra a República Dominicana. Com Felipe Natel muito bem no montinho, o Brasil abriu vantagem, viu os dominicanos empatarem e o jogo tornou-se emocionante. Na 9ª entrada, veio a ducha de água fria, com a corrida da vitória sendo anotada pelos visitantes. Com a derrota por 3 a 2, o Brasil dependia de uma combinação de resultados para classificar-se, incluindo a vitória sobre a Nicarágua.

Novamente, porém, a seleção deixou o campo do CT de Ibiúna sem o triunfo. O jogo chegou a começar na terça-feira, ainda em São Paulo, mas foi interrompido na 4ª entrada, com o placar em 0 a 0, e os dois times voltaram a campo na sexta-feira para disputar nove entradas. Ao final, vitória por 6 a 2 da Nicarágua, que garantiu a vaga, eliminou o México e deixou o Brasil na lanterna do grupo. No grupo B, que tinha apenas três seleções, Canadá e Colômbia comprovaram a superioridade com vitórias por 5 a 1 e 10 a 4 sobre o Panamá, transformando o último jogo em um amistoso que definia apenas a liderança do grupo (triunfo dos sul-americanos por 8 a 6).

Os Jogos Pan-Americanos de Lima servirão como pré-classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, em que o beisebol voltará ao cenário olímpico. Além de Nicarágua, República Dominicana, Canadá e Colômbia, estarão em Lima as seleções do Peru (país-sede), Argentina (campeã do Sul-Americano de 2018), Cuba e Porto Rico (garantiram vaga nos Jogos da América Central e Caribe). Destes, Porto Rico, Canadá, Colômbia, Cuba e República Domincana já garantiram vaga no Pré-Olímpico de 2020 (ao lado da Venezuela) por conta da participação no WBC de 2019. Os dois melhores entre Argentina, Nicarágua e Peru também avançam ao torneio que indicará o representante das Américas em Tóquio. Os Estados Unidos já garantiram vaga como melhores do continente no WBC de 2017, em que foram campeões.

Crédito da imagem: Reprodução/prepan2019beisebol.com.br

Oddsshark