12/05/2017 - 17h21

Guia definitivo: A maldição do Madden NFL (atualizado)

Se o jogador mais valioso do seu time for capa do jogo Madden NFL, reze muito pela pobre alma do atleta; entenda a história!

ATUALIZADO EM: 12 de maio de 2017, às 17h15.

Quando John Madden ajudou a idealizar um jogo eletrônico de futebol americano, provavelmente, nunca pensou que poderia virar ícone folclórico no mundo dos games e da vida real – dentro da modalidade. Antes de falar sobre a “maldição” em si, deve-se lembrar que Madden foi jogador, técnico e comentarista da NFL. Enquanto jogador, foi draftado em 1958, pelo Philadelphia Eagles, mas sofreu uma lesão no joelho e não pode seguir a carreira profissional. Todavia, encontrou-se, mesmo, na sideline. Marcou a história do Oakland Raiders, vencendo o Super Bowl XI, sobre o Minnesota Vikings, em 1977. Seguiu como ícone do football na TV, comentando em diversas emissoras norte-americanas.

Trip Hawkins, fundados da Eletronic Arts, idealizou o jogo em 1984 e se aproximou de Madden para absorver a “expertise” do Hall of Famer. Devido as exigências de realismo, o jogo saiu do forno apenas em 1988, para DOS e Apple II. O próprio comentarista estampava a capa do jogo durante 10 anos. Só em 1999 um jogador foi escolhido para representar o game. Daí, meu amigo, lágrimas rolaram.

Madden NFL 99

Madden 99Jogador: Garrison Hearst – Running Back – San Francisco 49ers

Na temporada 98/99, Hearst foi o terceiro melhor corredor, somando 310 corridas, 1570 jardas (média de 5,1 jardas por corrida) e 7 touchdowns. No mesmo ano, ao lado de Steve Young, recebeu 39 passes, 535 jardas (média de 13,7 jardas por recepção) e dois TDs.

Tudo ocorria bem ao ilustre primeiro jogador da capa do Madden, até que a primeira maldição apareceu em um jogo de playoffs. Os 49ers perderam para o Atlanta Falcons e Hearst quebrou o tornozelo durante a partida. Complicações na cirurgia fizeram com que o jogador perdesse as duas temporadas seguintes se recuperando. Ele voltou em 2001, correu bem, mas demorou muito até os 49ers aparecerem bem em playoffs novamente.

Madden NFL 2000

Jogador: Dorsey Levens – Running Back – Green Bay PackersMadden cover 2000

A capa original era para ser Barry Sanders, do Detroit Lions, mas naquele ano o corredor se aposentou e deixou um legado em Michigan. Às pressas, a EA Sports colocou Dorsey Levens na capa do Madden NFL 2000. Levens chegou ao Pro Bowl da temporada 97/98 depois de correr 1435 jardas. Na mesma temporada, perdeu o Super Bowl XXXII para o Denver Broncos.

Voltando à temporada 99/2000, Levens correu 1034 jardas, número bacana até, mas sofreu com lesões. A maldição atacou o jogador e equipe. Dois anos depois ele foi “liberado” para procurar outra equipe, pelos Packers. Naquele ano em que foi capa do jogo, o Green Bay teve sua pior campanha desde que Brett Favre assumiu a posição de titular, em 1992.

Madden NFL 2001

Madden cover 2001Jogador: Eddie George – Running Back – Tennessee Titans

Na temporada 2000/01, George chegou como um provável jogador para quebrar a maldição de Madden. Afinal, ele estava na quinta temporada e até então, o mínimo que havia corrido era 1294 jardas (!). O atleta foi Heisman por Ohio State e vice-campeão da NFL na temporada 99/2000 (dá um ruim só de lembrar daquele Super Bowl XXXIV).

Não tem como dar errado, né? Até que deu certo. George correu 1509 jardas como “capa do Madden”, porém foi em um passe para ele que a defesa dos Ravens interceptaram uma bola e acabaram com a temporada brilhante dos Titans. Depois daquele ano, o corredor não anotou mais de 1200 jardas em nenhuma temporada. Aposentou-se em 2004.

 

Madden NFL 2002

Jogador: Daunte Culpepper – Quarterback – Minnesota VikingsMadden Cover 2002

O primeiro QB a aparecer no Madden NFL era promissor. Na temporada 2000/01, primeira como titular dos Vikings, Culpepper lançou 297 passes, totalizando 3937 jardas e 33 touchdowns. Além de, também, ter corrido para sete TDs. No ano seguinte, já como ilustre simbolo do game, sofreu uma lesão na semana 11, contra os Steelers e perdeu o resto da temporada.

No ano seguinte, fez um número decente de jardas, mas foram 18 TDs e 23 interceptações. Ele voltou a ter uma boa atuação em 2004, quando anotou 39 TDs e 4,717 jardas. Daí pra frente, foi só downhill. Quando Culpepper foi capa do Madden e sofreu a lesão, a “maldição” se popularizou entre os jogadores e a mídia.

 

Madden NFL 2003

Madden Cover 2003Jogador: Marshall Faulk – Running Back – St. Louis Rams

Quando pensamos na NFL dos anos 2000, certamente lembramos dos Rams daquela década. O time era chamado de “The Greatest Show On Turf”, de tão bem que jogavam. Liderados pelo quarterback Kurt Warner, eles venceram um Super Bowl na temporada 99/2000 e ficaram com o vice em 2001/02 (quando surgia Tom Brady). O jogo corrido daquela equipe era sensacional. No ano do vice, Marshall Faulk teve seu melhor recorde na NFL: 1382 jardas com 12 TDs corridos, mais 765 jardas aéreas para 9 TDs.

Com certeza ele não iria fazer menos na temporada seguinte, não é? Depois de cinco temporadas com mais de 1000 jardas, em 2002/03, como capa do “joguinho”, Faulk correu apenas 953 jardas e iniciou somente 10 jogos. Era o declínio de um dos corredores mais versáteis da liga. A maldição o pegou, porém também se deve levar em conta que era a 9ª temporada do atleta – o que explica lesões e menor eficiência em campo.

Madden NFL 2004

Jogador: Michael Vick – Quarterback – Atlanta Falcons

Madden cover 2004Michael Vick era eletrizante. Ele redefiniu a posição de quarterback. Além de ter um ótimo braço para lançar, sabia correr como poucos. Em sua segunda temporada na NFL, 2002/03, Vick lançou 2936 jardas, 16 touchdowns e 8 interceptações, além de ter corrido 777 jardas e 8 TDs por terra. O destaque do jogador o conduziu à capa do Madden NFL 2004.

Pobre Vick. A maldição pegou logo na pré-temporada. O QB dos Falcons sofreu uma fratura na fíbula direita e perdeu 11 jogos da temporada regular. Nos quatro restante que jogou, acertou 50 passes de 100, alcançando 585 jardas, 4 touchdowns e 3 interceptações. Dessa vez, a bruxa não esperou muito e no mesmo ano do jogo já derrubou o atleta. A carreira dele não acabou ali, ele teve excelentes temporadas depois, porém ficou duas temporadas fora da liga, cuidando de uns problemas “judiciais”.

Madden NFL 2005

Madden cover 2005Jogador: Ray Lewis – Linebacker – Baltimore Ravens

Um dos melhores jogadores defensivos da história foi o primeiro da “classe” a estampar a capa do Madden NFL. Após liderar a defesa dos Ravens ao triunfo do Super Bowl XXXV, e ter três temporadas com pelo menos 100 tackles solos, Lewis seria uma boa opção para representar o game. No ano de lançamento, durante a temporada 2004/05, o ILB totalizou 146 tackles e 1 sack.

Na temporada seguinte, a bruxa atacou. Na semana 6, Ray Lewis sofreu uma lesão na coxa direita e perdeu o restante dos jogos. O Baltimore Ravens ficou fora dos playoffs depois de muitos anos consecutivos chegando às finais.

Madden NFL 2006

Jogador: Donovan McNabb – Quarterback – Philadelphia Eagles

Madden Cover 2006Primeiro Madden NFL a trazer o modo superstar, em que o usuário poderia criar um jogador e ser “draftado”. Na temporada 2004/05, Donovan McNabb levou o Philadelphia Eagles ao Super Bowl XXXIX, mas foi derrotado por Brady e cia. Naquela temporada, o quarterback dos Eagles completou 300 passes de 469, 3875 jardas, 31 touchdowns e 8 interceptações. O Philadelphia ia “muito bem, obrigado” ano após ano, até que McNabb estampo a capa do Madden.

Na temporada 2005/06, Donovan McNabb sofreu uma lesão na semana 9 e ficou o resto da temporada sem jogador. Ele já tinha 2507 jardas e 16 touchdowns. No ano seguinte, 2006/07, sofreu outra lesão, agora no joelho, e nunca mais foi o mesmo atleta. Os times que comandou não foram bem como os Eagles da primeira metade da década.

 

Madden NFL 2007

Jogador: Shaun Alexander – Running Back – Seattle Seahawks

Madden Cover 2007Shaun Alexander começou na NFL em 2000. De 2001 até 2005, sempre correu mais de 1000 jardas. Na temporada 2005/06, levou seu jogo ao outro nível, sendo MVP da liga e participando do Super Bowl XL, porém saiu vice-campeão. Foi o ponto máximo da carreira: 370 corridas, 1880 jardas (liderou a NFL) e 27 touchdowns.

Em 2006/07, como capa do game, Alexander quebrou o pé e jogou apenas 10 partidas, alcançando 896 jardas e 7 touchdowns. No ano seguinte, outras lesões encurtaram a carreira do corredor, que foi dispensado pelos Seahawks. Aposentou-se no ano seguinte, depois de alguns jogos pelo Washington Redskins.

Madden NFL 2008

Jogador: Vince Young – Quarterback – Tennessee Titans

Madden Cover 2008Depois de vencer o BCS pelos Longhorns, contra os Trojans de Reggie Bush, Vince Young foi a escolha do Tennessee Titans no Draft de 2006. A primeira temporada do jogador não resultou em muitas vitórias, porém Young dava um show a parte com suas corridas em terceiras e quartas descidas. Naquela temporada 2006/07, a camiseta mais vendida foi a do quarterback dos Titans. Toda popularidade o levou ao Pro Bowl como novato.

Na temporada 2007/08, estampou a capa do Madden NFL 2008. Naquele tempo, Young lançou 9 touchdowns e 17 interceptações. Também sofreu uma lesão que o comprometeu pelo resto do ano (apesar de ter jogado 15 partidas). Em 2008, mais lesões colocaram Vince Young na reserva e daí a decadência do atleta.

Nota: Uma versão do jogo em espanhol foi lançada. A capa era o defensive end Luis Castillo, do San Diego Chargers. Nem ele escapou. Jogou apenas 10 jogos naquele ano, devido a uma lesão no joelho.

 

Madden NFL 2009

Jogador: Brett Favre – Quarterback – Green Bay Packers/New York Jets

Madden Cover 2009Assim como outros jogadores em final de carreira (no bom sentido), Brett Favre deixou sua marca nos games. A EA Sports queria honrar o atleta e enganar a maldição, destacando um atleta que se aposentou. Logo depois do anúncio da capa, com as cores dos Packers e tudo mais, o jogador decide que seu tempo na liga não havia acabado. Ele voltou com as cores dos Jets e a EA logo lançou a capa alternativa nas lojas.

Favre não sofreu tanto com a maldição, pois já não tinha muito o que provar. Ele sofreu com constantes lesões devido ao desgaste da atividade. Na temporada 2009/10, transferiu-se para o Minnesota Vikings, grande rival dos Packers. Talvez os torcedores tenham encarado tal atitude com bastante desgosto. Mesmo assim, Favre lançou 4202 jardas, 33 touchdowns e 7 interceptações. Jogou mais um ano e finalmente pendurou as chuteiras.

Madden NFL 2010

Jogadores: Troy Polamalu – Safety – Pittsburgh Steelers; Larry Fitzgerald – Wide Receiver – Arizona Cardinals

Madden Cover 2010A capa foi inovadora. Dois jogadores estamparam o Madden NFL 2010. Depois do emocionante Super Bowl XLII, nada mais justo que estampar duas peças chaves para tal espetáculo. Na temporada 2008/09, o veterano Kurt Warner liderou o Arizona Cardinals ao Super Bowl, sendo o segundo quarterback com mais jardas lançadas: 4583. Fitzgerald foi o segundo recebedor com mais jardas: 1431. Por outro lado, a incrível defesa dos Steelers também foi chave no caminho ao SB. Polamalu teve 7 interceptações na temporada, ficando em segundo no geral.

É, meu amigo, mas em agosto de 2009 o jogo foi lançado e a temporada 2009/10 começava com muito suspense nos vestiários de Steelers e Cardinals. Fitzgerald não teve foi muito afetado. Seus números caíram, mas muito se deve à aposentadoria de Kurt Warner, além de perder o Pro Bowl por ter se machucado. Polamalu tomou a pancada maior – talvez por estar na parte esquerda da capa? Ele se machucou na primeira semana, ficou quatro jogos de fora. Depois de retornar, machucou-se de novo e somou apenas cinco jogos ao todo naquele ano. Os Steelers fizeram uma campanha 9-7, mas não chegaram aos Playoffs.

Madden NFL 2011

Jogador: Drew Brees – Quarterback – New Orleans Saints

Madden Cover 2011Drew Brees marcou a história do New Orleans Saints, vencendo o Super Bowl XLIV, contra o temido Indinapolis Colts. Aliás, foi o jogo do “retorno para a história”, como diria Everaldo Marques. Brees quebrou recordes e foi MVP da grande final. Encerrou a temporada 2009/10 com 70,6% dos passes completos, 4388 jardas, 34 touchdowns e 11 interceptações.

Tudo era maravilha em Nova Orleans, até que a maldição chegou e mexeu em alguns detalhes daquela temporada 2010/11 de Brees e cia. Começando pelo fato de ter sido interceptado 22 vezes. Maior número da carreira do atleta até o momento. Outra tristeza foi perder a primeira partida dos playoffs para o Seattle Seahawks, que chegou na segunda fase da competição com um recorde negativo – primeiro time a conseguir tal feito até então.

Triste, né?

Madden NFL 2012

Jogador: Peyton Hillis – Running Back – Cleveland Browns

Madden Cover 2012Os Browns já não são essas coisas. E ainda têm um jogador na capa do Madden?

Uma temporada antes de estampar o game, 2010/11, Hillis correu muito: 270 tentativas, 1177 jardas e 11 touchdowns. Também somou 477 jardas aéreas e 2 TDs. Não era impressionante, mas chamou a atenção do público. A edição 2012 do game teve um concurso online para escolher o “modelo” da capa. Peyton Hillis foi mais “votado” (tenho minhas dúvidas) do que Ray Rice, Matt Ryan, Michael Vick, e o MVP do Super Bowl XLV Aaron Rodgers.

A bruxa atacou o frágil Cleveland Browns. Depois de problemas contratuais, Hillis sofreu com lesões e teve apenas 10 jogos na temporada 2011/12. Somou apenas 583 jardas e 3 touchdowns. Com pouco eficiência e uma pedida salarial muito alta, os Browns dispensaram o jogador, que se aposentou em 2014.

 

Madden NFL 2013

Jogador: Calvin “Megatron” Johnson – Wide Receiver – Detroit Lions

Madden Cover 2013Desta vez a maldição não pegou! Megatron já havia enganado a zica, quando liderou a liga em touchdowns aéreos, ficou em quinto no total de jardas recebidas, mesmo com o Detroit Lions fazendo o favor de perder todos os jogos da temporada.

Na temporada 2012/13, quando estampou a capa do jogo, Calvin Johnson recebeu 122 passes, 1964 jardas e anotou 5 touchdowns. Naquele ano, superou o recorde de Jerry Rice, em jardas recebidas. Também igualou a marca de 11 jogos com mais de 100 jardas aéreas em uma temporada regular.

Madden NFL 25 (2014)

Jogador: Adrian Peterson – Running Back – Minnesota Vikings

Nota: Barry Sanders também apareceu na capa da 25ª edição do jogo, porém somente para PS3 e Xbox 360 – E ele está aposentado e imune à maldição.

Madden Cover 2014Peterson sofreu com lesões, mas voltou com tudo em 2012/13, correndo 2097 jardas, dando um grande tapa na cara da comunidade que anunciava possível final de carreira do atleta. Levou a equipe a uma temporada 10-6 e foi MVP da liga.

A temporada 2013/14 chegou e com ela a capa do joguinho. Apesar de anotar um touchdown de 78 jardas, em sua primeira corrida da temporada, Adrian Peterson sofreu uma lesão em dezembro e ficou fora dos dois jogos finais da temporada. Os Vikings terminaram o ano com 5-10-1. No ano seguinte, Peterson se envolveu em tretas extra campo e disputou apenas um jogo.

 

 

Madden NFL 2015

Jogador: Richard Sherman – Cornerback – Seattle Seahawks

Madden Cover 2015Depois da impressionante campanha do Seattle Seahawks até o Super Bowl XLVIII, o defensor Richard Sherman se tornou o símbolo da equipe, estampando a capa do Madden NFL 2015. Naquela memorável temporada 2013/14, Sherman interceptou 8 bolas e liderou a NFL no quesito. Também ajudou a anular o ataque do Denver Broncos na grande final.

Ele foi louco e encarou a maldição face a face. Quando entrevistado sobre ser a capa do game, respondeu: “Eu não acredito em maldições. Eu acredito em Deus”. Sherman conseguiu quebrar a maldição, assim como Calvin Johnson. Naquela temporada 2014/2015, o atleta comandou a melhor defesa da liga para mais um Super Bowl – agora contra Brady e cia. Apesar da derrota, Sherman foi o menos culpado. Atualmente ele segue com os Seahawks, dando muito trabalho aos recebedores adversários.

Madden NFL 2016

Jogador: Odell Beckham Jr – Wide Receiver – New York Giants

Madden cover 2016Logo que entrou na NFL, Odell Beckham Jr. teve boas marcas. Em sua primeira temporada, recebeu 1.305 jardas e anotou 12 touchdowns. Isso tudo além da memorável recepção com uma mão, sobre o Dallas Cowboys. Em sua segunda temporada, conseguiu ser o jogador mais jovem a aparecer na capa do Madden NFL.

Na temporada 2015/16 a maldição não pegou. Beckham melhorou a marca da temporada anterior, recebendo 1.450 jardas e 13 touchdowns, com média de 15,1 jardas por recepção. Ele também participou de dois Pro Bowls consecutivos.

Nota: a recepção de “uma mão” do Randy Moss, na cabeça do Darrelle Revis, em 2010, foi melhor, na minha opinião.

Madden NFL 2017

Jogador: Rob Gronkowski – Tight End – New England Patriots

Madden Cover 2017O melhor tight end da atualidade, alvo preferido de Tom Brady e monstro da red zone, Gronkowski tem uma carreira de excelentes números. Em 2013 jogou apenas 7 jogos por conta de lesões. Apesar da saúde complicada, o atleta sempre se supera e mostra muita eficiência. Na temporada 2011/12, ele recebeu 90 passes, 1327 jardas, 17 touchdowns. Ainda teve tempo para anotar um TD corrido de duas jardas.

Gronk foi a escolha da vez para o Madden NFL 17. Uma lesão o tirou de 2 partidas no começo da temporada passada. Outra, mais séria, o tirou de toda a temporada, depois de apenas 8 jogos. Os Patriots conquistaram o Super Bowl sem ele, mas para o tight end a maldição pegou!

Madden NFL 2018

Jogador: Tom Brady – quarterback – New England Patriots

E a EA Sports confirmou Tom Brady, cinco vezes campeão do Super Bowl, para a edição de 2018 do NFL Madden. O futuro ainda não sabemos, mas muita gente em New England já deve estar preocupada…

Imagens: Divulgação/Wikipedia

Rivalo Apostas Esportivas