The Playoffs

17/05/2017 - 12h34

Cinco jogadores que podem aparecer no topo do Draft 2018 da NFL

É cedo, mas o The Playoffs deixa alguns nomes que devem ser os primeiros escolhidos na próxima seleção do futebol americano

Os 10 melhores prospectos para o NFL Draft de 2017

O Draft da NFL de 2017 mal passou. Myles Garrett não derrubou ninguém ainda com a camisa do Browns, Mitch Trubisky segue sendo uma incógnita nos Bears e não sabemos se a aposta dos 49ers em Reuben Foster foi realmente um steal.

Porém, o The Playoffs é sempre apressadinho. Então, vamos com aquele exercício de futurologia anual: hoje, com um ano até a próxima seleção da NFL, vamos tentar adivinhar cinco jogadores que podem fazer parte das primeiras escolhas de 2018.

Será que teremos um bom aproveitamento? Respostas, somente no ano que vem. Pode cobrar do editor lá no futuro, beleza? Seguem os nomes:

Sam Darnold (QB, USC)

Se 2017 marcou a seleção em que não se via os quarterbacks como grande solução para os times, no próximo ano as coisas podem mudar. E um dos principais alvos deve ser o jovem atleta dos Trojans. Em 2016, Darnold, freshman, assumiu o posto de quarterback titular somente no quarto jogo do ano. Após isso, não deixou dúvidas de sua qualidade. Foram 3.086 jardas lançadas, com 31 touchdowns e nove interceptações. Saltam aos olhos os 67,2% de aproveitamento nos passes. Ele liderou a universidade no Rose Bowl, sendo eleito o MVP. É pule de dez, hoje, para ser top 3 no próximo Draft.

Josh Rosen (QB, UCLA)

Rosen fez barulho em sua temporada de estreia, em 2015. Com 60% de precisão nos passes, o QB surgiu como futuro número 1 do Draft para alguns especialistas. No ano seguinte, a afirmação foi interrompida por uma lesão no ombro. Terminou 2016 com seis jogos, 1.915 jardas, dez TDs e cinco interceptações. O número de perdas de posse foi alto, muito por uma péssima partida de estreia contra Texas A&M, quando lançou três vezes nas mãos dos rivais. Se conseguir manter o alto nível de exibições em seu terceiro ano, muitas franquias ficarão de olho no pocket passer dos Bruins.

Saquon Barkley (RB, Penn State)

Na esteira recente da valorização dos running backs, o prospecto de Penn State Saquon Barkley surge com força. Com enorme explosão, ótimos cortes e saltos que enchem os olhos, o camisa 26 dos Lions encerrou 2016 com 1.496 jardas em 272 tentativas com 18 touchdowns, perfazendo uma média de 5,5 jardas por corrida. Além disso, o pacote incluiu um recebedor com mãos bem seguras. Foram 28 recepções, 402 jardas e quatro TDs aéreos. Pegue o jogo entre Penn State e Ohio State, quando o jogador conseguiu 99 jardas contra a fortíssima defesa dos Buckeyes.

Arden Key (DE/OLB, LSU)

Não se engane com o tamanho do jogador. Apesar de não ostentar tantos músculos, Arden Key é um animal. Com bastante velocidade e facilidade para chegar no alvo adversário, o jogador foi um dos maiores destaques na SEC em 2016, a mais disputada das conferências na NCAA. Foram 55 tackles na temporada passada, com 11 sacks em 11 jogos. Com boa altura, tem habilidade para desviar passes e forçar fumbles. Seria um upgrade em qualquer linha da NFL.

Minkah Fitzpatrick (CB, Alabama)

Depois de uma ótima classe de defensive backs em 2017, o ano seguinte também promete render bons nomes. E dentre estes, Minkah Fitzpatrick se destaca. Produto da sempre confiável fábrica de talentos de Alabama, o jogador conseguiu 66 tackles na última temporada. Além disso, foram seis interceptações, que renderam 186 jardas para o seu time. Conseguiu dois touchdowns e sete passes desviados ainda. Joga também como safety e parece ser nesta posição que vai evoluir na NFL. É um dos bons nomes que devem se destacar cedo na liga.

Em 2016 fizemos a projeção para o Draft de 2017 e o resultado não foi de todo ruim – o número 1 foi citado. Confira aqui como ficou a lista da época.

Foto: Twitter / NFL