10/01/2019 - 17h56

[PRÉVIA] Playoffs da NFL: Indianapolis Colts @ Kansas City Chiefs

Em partida com promessa de shootout, Colts e Chiefs abrem o Divisional Round dos playoffs

De um lado o líder da NFL em passes para touchdown e segundo em jardas aéreas, considerado o favorito ao prêmio de MVP. Do outro lado, o quarterback com o segundo maior número de passes para touchdown, quinto em jardas aéreas e favorito a levar o comeback player of the year. O jogo entre Kansas City Chiefs e Indianapolis Colts no Divisonal Round da AFC promete ser um espetáculo para os apreciadores de um duelo de ataques.

Os Chiefs superaram a queda de rendimento na reta final da temporada para garantir o seed 1 da AFC e o bye na rodada de Wild Card. Já os Colts, com nove vitórias nos últimos dez jogos da fase regular, vêm de um triunfo dominante sobre o Houston Texans. O sexto e último seed da AFC não faz jus ao desempenho recente da equipe. Enquanto Indianapolis busca retornar à final da conferência, feito atingido durante a última aparição nos playoffs, Kansas City tenta superar o desempenho recente de apenas uma vitória em cinco jogos de pós-temporada desde a chegada de Andy Reid.

A partida deste sábado (12) será a reedição do Wild Card válido pela temporada 2013, justamente ano de estreia de Reid no comando do time. Na ocasião, vitória dos Colts por 45 a 44 na segunda maior virada da história da pós-temporada da NFL. E o The Playoffs traz a prévia para o confronto de abertura do Divisional Round.

(Foto: Reprodução Twitter/Around The NFL)

INDIANAPOLIS COLTS

Andrew Luck volta à ação em 2018O começo de temporada com apenas uma vitória em seis partidas já é uma memória distante. Mesmo em processo de reconstrução e com um head coach estreante, os Colts se organizaram ao longo do ano. Colhendo os frutos de um excelente grupo de novatos vindos do Draft juntamente à atuação brilhante de Andrew Luck, que enfim contou com um jogo terrestre eficiente e, acima de tudo, ótima proteção, a equipe embalou e chegou à pós-temporada carregando potencial para seguir longe.

Na rodada de Wild Card, Indianapolis manteve o bom momento. Emplacando um primeiro tempo dominante contra o Houston Texans tanto no ataque quanto na defesa, o time garantiu o resultado sem maiores dificuldades. A pressão constante sobre Deshaun Watson pelo lado defensivo e ótimas atuações de Andrew Luck e Marlon Mack no ataque abriram o caminho para a classificação.

Ponto chave no duelo, a fortíssima linha ofensiva dos Colts terá o trabalho de conter o melhor pass-rush da NFL. A defesa, no entanto, tem a missão ainda mais ingrata de (tentar) conter Patrick Mahomes. O duelo certamente encaminha para um shootout, e o caminho para a vitória envolve facilitar a atuação de Luck e buscar minimizar os estragos na defesa.

(Foto: Reprodução Twitter/Indianapolis Colts)

KANSAS CITY CHIEFS

Talvez a maior sensação da temporada, os Chiefs contaram com o desempenho de MVP de Patrick Mahomes (5.038 jardas, 50 touchdowns e 12 interceptações) para liderar o ataque mais explosivo da NFL. Nas primeiras rodadas, a receita era simplesmente pontuar mais do que o adversário, superando a fragilidade da defesa.

A situação mudou com a dispensa de Kareem Hunt em decorrência do já conhecido escândalo de agressão a uma mulher. Sem poder contar com um dos principais componentes do ataque, os Chiefs apresentaram uma queda de produção na reta final. Junto ao desempenho recente nos playoffs, as dúvidas naturalmente surgiram.

Apesar de tudo, Kansas City manteve o seed 1 da AFC e além do bye na primeira rodada, garantiu também a valiosa garantia de decidir o restante da pós-temporada em casa. O fator Arrowhead, famoso pelo barulho ensurdecedor, é um desafio para os oponentes – prova disso é a campanha de sete vitórias e apenas uma derrota no estádio.

Nas estatísticas, a diferença entre o ataque e a defesa do time é ainda mais clara. Enquanto os Chiefs lideraram a NFL em jardas e pontos por partida, além de alcançarem a terceira posição em jardas aéreas, a defesa ocupa o outro lado da tabela: segunda pior em jardas totais e jardas aéreas, sexta pior contra o jogo terrestre e nona pior em pontos cedidos. No entanto, Kansas City também apresenta o melhor pass-rush da liga, com 52 sacks, fator que terá papel importantíssimo no duelo contra os Colts.

(Foto: Reprodução Twitter/Kansas City Chiefs)

QUEM PODE DECIDIR

O pass-rush (Chiefs) – O quarteto composto por Chris Jones (15,5 sacks), Dee Ford (13), Justin Houston (9) e Allen Bailey (6) terá papel fundamental no confronto. Em um clássico duelo entre uma força que não pode ser parada, a defesa líder em sacks, e o objeto que não pode ser movido, no caso a linha ofensiva que menos permitiu que o quarterback fosse ao chão, caberá ao grupo dos Chiefs o trabalho de compensar as falhas no restante da defesa. Caso consiga deixar Luck menos confortável para lançar a bola, Kansas City pode reduzir o estrago. O ataque certamente fará sua parte, e assumindo que a defesa evite pontuações ocasionalmente, o time da casa tem aí o caminho para vencer o duelo.

Marlon Mack (Colts) – O running back teve uma estreia de gala nos playoffs, correndo para 124 jardas e dois touchdowns contra os Texans. Mack pode explorar a fraca defesa dos Chiefs contra o jogo terrestre e também abrir espaço para Andrew Luck, além de aparecer como alternativa nos passes. O segundanista também terá papel importante em ajudar os Colts a gastar o cronômetro e controlar a bola por mais tempo.

PALPITE

Apesar de Patrick Mahomes ter a capacidade de mudar os rumos do confronto a qualquer instante, Indianapolis tem um conjunto mais equilibrado. Além da experiência em pós-temporada, Luck é também um especialista em comandar drives decisivos. Embora o histórico não entre em campo, é difícil ignorar o retrospecto negativo dos Chiefs sob o comando de Andy Reid nos playoffs. Em um jogo com grande potencial de se transformar em um shootout, o último time a ter a posse de bola poderá sair com a vitória. E nesse caso, os Colts (média de 33 minutos nos últimos três jogos) levam vantagem sobre os Chiefs (média de 25 minutos de posse no mesmo período) no fator de controle do relógio, já que Kansas City favorece um jogo mais intenso.

Caso o time de Indianapolis estabeleça o ritmo da partida, permitindo que Andrew Luck trabalhe com relativa tranquilidade e Marlon Mack desenvolva o jogo terrestre, dessa forma aumentando o tempo do ataque em campo e deixando Mahomes e o restante da unidade ofensiva dos Chiefs no banco, há um caminho para a vitória.

Palpite Fernando: Indianapolis Colts
Palpite The Playoffs: Indianapolis Colts

Oddsshark