14/09/2018 - 12h04

OddsShark NBA Power Ranking – Hornets devem ficar fora dos playoffs pela 3ª vez seguida

Bastante dependente dos talentos de Kemba Walker, Charlotte não investiu em grande reforços

Charlotte Hornets pretende trocar Kemba WalkerNossa série de análises no “Oddsshark NBA Power Ranking” dará sequência hoje com uma franquia tradicional, porém não tão vitoriosa, o Charlotte Hornets, que tem o grande Michael Jordan como um dos donos. Localizada no Estado da Carolina do Norte, as abelhas não aparecem muito bem nas cotas do Oddsshark.com, seja para ir aos Playoffs na Conferência Leste ou para tentar levar a Divisão Sudeste.

Ainda assim podem ser uma boa alternativa na hora de investir o seu dinheiro com relação ao número de vitórias que terá durante a temporada, além de ter capacidade para surpreender como azarão em alguns dos confrontos que estão por vir.

Antes de conferir tudo sobre os Hornets, saiba mais sobre outras seis franquias:

– Os fracos Sacramento Kings e Atlanta Hawks, dos novatos Marvin Balgey III e Trae Young, respectivamente

Chicago Bulls com seu quinteto promissor

Orlando Magic e sua fixação por pivôs e carência nítida na armação

Brooklyn Nets tem pouca perspectiva

Memphis Grizzlies com o trio Marc Gasol, Mike Conley e Jaren Jackson Jr.

Foto: Divulgação/NBA

Charlotte Hornets: Mais de 36.5 (R$2,00) – Menos de 36.5 (R$1,76); Palpite: mais de 36.5 vitórias

Os Hornets já passaram por New Orleans entre 2002 e 2013, quando finalmente retornaram para sua cidade natal. Sem participar dos playoffs desde a temporada 2015/2016, a franquia soma apenas 10 aparições em 30 oportunidades. Nomes de peso já defenderam os Hornets, mas nos dias atuais a franquia tem apenas o armador Kemba Walker como um atleta diferenciado. Os demais jogadores são de um nível aceitável, mas muito pouco para dar o suporte necessário ao talentoso baixinho.

Na temporada passada foram 36 vitórias e 46 derrotas, terminando na 10ª posição do Leste. O então treinador Steve Clifford saiu e agora comanda o Orlando Magic. O escolhido para o seu lugar é o jovem James Borrego, que promete chegar com novas ideias e já acena para a possibilidade de investir em um time mais baixo, porém mais atlético, a fim de explorar o jogo de transição.

Montagem do elenco

O garrafão de Charlotte teve uma perda considerável: Dwight Howard, que agora joga pelo Washington Wizards. Apesar de o pivô congolês Bismack Biyombo ter desembarcado na Carolina do Norte, ainda é muito pouco para pensar em voos mais altos. Quem deve ganhar minutos de quadra é o espanhol Willy Hernangomez (ex-New York Knicks), que já chegou a ter médias de duplo-duplo quando foi titular em Nova York.

As principais novidades vivem momentos completamente diferentes na carreira. O primeiro é o veterano Tony Parker, ex-armador do San Antonio Spurs, onde atuou por quase 20 temporadas. O francês chega com a missão de entregar um estilo de jogo mais cadenciado e cerebral. O segundo é o novato Miles Bridges, escolhido na 12ª posição do Draft de 2018 pelo Los Angeles Clippers, mas trocado rumo a Charlotte. Movimentos muito tímidos para aparecer bem nas apostas online, convenhamos.

O que podemos esperar?

Apesar de não contar com muitas opções de alto nível, Borrego tem peças que são capazes de ao menos manter o mesmo nível dentro de quadra. Por exemplo, os alas Jaremy Lamb, Malik Monk, Bridges, Nicolas Batum e Michael Kidd-Gilchrist possuem talentos em um mesmo patamar, embora cada um tenha uma característica. Parker será um excelente reserva para Walker, dando tempo para a estrela poder descansar.

O garrafão, como dito anteriormente, não é nenhum primor, mas há nomes que ao menos conseguem brigar, tais como Frank Kaminsky e Cody Zeller, além dos já mencionados Hernangómez e Biyombo. O ala-pivô Marvin Williams entrega a possibilidade que Borrego vislumbra: time mais rápido e com mais mobilidade. Ou seja, estamos diante de uma equipe com nível homogêneo, mas sem grandes possibilidades.

Na temporada passada foram 36 vitórias e para você lucrar R$100,00 líquidos é preciso que os Hornets vençam 37 jogos pelo menos e você invista a mesma quantia. Particularmente, acho uma marca totalmente acessível, inclusive acrescento que, mantendo o elenco durante a temporada, há uma excelente chance da franquia de Charlotte ser uma das melhores opções quando for azarão nas cotas do Oddsshark.com. Esse time tem toda a cara de ser 8 ou 80 e surpreender diante de adversários teoricamente mais forte.

Elenco

Armador: Kemba Walker, Tony Parker, DeVonte Graham

Ala-armador: Jeremy Lamb, Miles Bridges, Malik Monk e Dwayne Bacon

Ala: Nicolas Batum, Michael Kidd-Gilchrist e Arnoldas Kulboka

Ala-pivô: Marvin Williams, Frank Kaminsky

Pivô: Willy Hernangómez, Bismack Biyombo e Cody Zeller

Cotas para o número de vitórias das franquias na temporada 2018/2019

Atlanta Hawks: Mais de 23.5 (R$1,83) – Menos de 23.5 (R$1,90); Palpite: Mais de 23.5 vitórias

Sacramento Kings: Mais de 25.5 (R$1,90) – Menos de 25.5 (R$1,83); Palpite: Menos de 25.5 vitórias

Chicago Bulls: Mais de 29.5 (R$1,76) – Menos de 29.5 (R$2,00); Palpite: mais de 29.5 vitórias

Phoenix Suns: Mais de 29.5 (R$1,80) – Menos de 29.5 (R$1,95); Palpite: mais de 29.5 vitórias

New York Knicks: Mais de 29.5 (R$1,95) – Menos de 29.5 (R$1,80); Palpite: mais de 29.5 vitórias

Orlando Magic: Mais de 31.5 (R$1,90) – Menos de 31.5 (R$1,83); Palpite: menos de 31.5 vitórias

Brooklyn Nets: Mais de 32.5 (R$2,05) – Menos de 32.5 (R$1,74); Palpite: menos de 32.5 vitórias

Cleveland Cavaliers: Mais de 30.5 (R$1,90) – Menos de 30.5 (R$1,83); Palpite: menos de 32.5 vitórias

Memphis Grizzlies: Mais de 35.5 (R$2,00) – Menos de 35.5 (R$1,76); Palpite: mais de 35.5 vitórias

Charlotte Hornets: Mais de 36.5 (R$2,00) – Menos de 36.5 (R$1,76); Palpite: mais de 36.5 vitórias

Oddsshark