08/08/2018 - 12h26

NBA Divisão do Atlântico: Boston Celtics é favorito ao título nas cotas do OddsShark

Com as três principais franquias do Leste na Divisão, Celtics são favoritos mas terão concorrência forte de Raptors e 76ers

Kyrie Irving lidera Boston Celtics contra o Philadelphia 76ersA temporada 2018/2019 vai começar já já com muitas novidades, seja nos jogadores escolhidos no Draft ou nas estrelas que mudaram de ares. Dentre os principais destaques dos novos atletas estão Deandre Ayton (Phoenix Suns), Marvin Bagley (Sacramento Kings) e Luka Doncic (Dallas Mavericks), todos representando franquias da Conferência Oeste. No Leste, os destaques devem ficar com Trae Young, Collin Sexton e Kevin Knox, representantes do Atlanta Hawks, Cleveland Cavaliers e New York Knicks, respectivamente.

Quando o assunto são as estrelas das franquias, o destaque principal fica por conta da ida do craque LeBron James para o Los Angeles Lakers depois de oito títulos consecutivos da Conferência Leste. A saída do camisa 23 abriu uma lacuna importante no Leste e três times surgem como principais candidatos a tirar a hegemonia de quatro temporadas dos Cavs: Boston Celtics, Toronto Raptors e Philadelphia 76ers.

Curiosamente, todos são representantes da Divisão do Atlântico, e abrem a primeira das nossas análises a respeito dos favoritos nas cotas do Oddsshark.com para ser campeão de cada uma das seis divisões da melhor e maior liga de basquete do mundo. Confiram!

(Foto: Reprodução Twitter/Boston Celtics)

(R$1,76) Boston Celtics – palpite mais seguro de todos

Mais do que favoritos ao título da Divisão do Atlântico, os Celtics são também os principais candidatos a levantar o caneco da Conferência Leste e aparecem em segundo quando o assunto é título da NBA, atrás apenas do Golden State Warriors. Não é para menos, afinal de contas estamos falando da franquia com o maior número de títulos da liga, além ter um elenco fenomenal e o segundo melhor treinador da NBA, Brad Stevens.

Na temporada passada Boston chegou à final da Conferência, mas não conseguiu passar pelo Cleveland Cavaliers. Em série disputada até a sétima partida, LeBron James doutrinou dentro do TD Garden e acabou com as esperanças da franquia com o maior número de títulos da NBA. Entretanto, cabe ressaltar que os comandados de Stevens não contaram com os melhores jogadores do time: Kyrie Irving e Gordon Hayward, ambos lesionados.

Para a temporada que está para começar os Celtics contarão com os dois atletas e, com isso, Brad terá em mãos um elenco e tanto, talvez o único que seja comparável nome por nome com os atuais bicampeões, Warriors. Irving, Jaylen Brown, Hayward, Tatum e Al Horford formam o quinteto principal. Na reserva tem Terry Rozier, Marcus Smart, Marcus Morris e Aaron Baynes. Ou seja, trata-se de um timaço!

Sem dúvidas investir em Boston é a melhor opção para quem não quer se arriscar nas apostas esportivas. Gosto do time do Toronto Raptors, mas acredito que a consistência e a continuidade no trabalho dos Celtics acabarão por fazer a diferença, no final das contas.

 (R$3,50) Philadelphia 76ers – palpite mais arriscado

Surpreendentemente, os Sixers surgem como o principal candidato a desbancar a turma de Massachusetts, segundo as cotas. Brett Brown é o comandante de um elenco muito jovem, mas igualmente talentoso. O sistema de jogo da franquia da Pensilvânia me agrada bastante, principalmente por conseguir variar muito bem o jogo do garrafão, com Joel Embiid, e o jogo do perímetro, tendo Ben Simmons na armação e outras armas poderosas.

Defensivamente é um time sólido. Ofensivamente é letal. Porém, falta experiência e isso acaba por fazer a diferença. LeBron James, Paul George e Kawhi Leonard foram os três principais nomes ventilados em Philadelphia para que assumissem a função de estrela da equipe e fossem a cereja do bolo de um time que se mostra pronto para alçar voos mais altos.

A franquia não conseguiu concluir nenhuma das negociações e, com isso, podemos afirmar que os Sixers ficaram um pouco atrás de Celtics e Raptors. Entretanto, essa diferença pode ser diminuída conforme a temporada vai caminhando e os jogadores vão evoluindo.

Por exemplo, primeira escolha do Draft de 2017, o armador Markelle Fultz é tido por muitos como craque, mas, devido a uma lesão no ombro, praticamente não atuou na temporada passada. Nesta temporada ele deve jogar, ou seja, pode ser um baita reforço. Acho os Sixers um palpite mais arriscado.

(R$4,33) Toronto Raptors – palpite mais ousado

OAKLAND, CA - MAY 14: Kawhi Leonard #2 of the San Antonio Spurs goes up for a shot against the Golden State Warriors during Game One of the NBA Western Conference Finals at ORACLE Arena on May 14, 2017 in Oakland, CaliforniaA franquia mudou bastante da temporada passada para a atual. Depois de ter terminado 2017/2018 com a melhor campanha do Leste, o técnico Dwane Casey decepcionou nos playoffs e foi mandado embora, dando lugar para Nick Nurse. Além disso, o ala DeMar DeRozan, que há anos vem sendo o principal cestinha da franquia, foi envolvido na troca que levou o craque Kawhi Leonard para o Canadá. O ala Danny Green chegou junto com Leonard, oriundo do San Antonio Spurs.

Atualmente é possível dizer que os Raptors possuem um quinteto muito bom, capaz de bater de frente com o Boston. O problema, porém, fica por conta do banco de reservas, onde os verdes de Massachusetts levam ampla vantagem. A fim de reforçar o plantel, no entanto, Toronto tenta fechar acordo com o pivô Greg Monroe e com o veterano ala-armador Jamal Crawford, ambos reforços que seriam excelentes.

Meu palpite nas cotas do Oddsshark.com é para os Celtics, porém, se você quiser ousar e lucrar mais também, os Raptors são uma excelente opção. Não é impossível que a franquia canadense vença a Divisão do Atlântico ou a Conferência Leste, mas vai ser preciso que haja um encaixe perfeito entre as novas peças.

(Foto: Kyle Terada/Pool/Getty Images)

Cotas para as franquias da Divisão do Atlântico

(R$1,76) Boston Celtics – palpite mais seguro de todos

(R$3,50) Philadelphia 76ers – palpite mais arriscado

(R$4,33) Toronto Raptors – palpite mais ousado

(R$23,00) New York Knicks – chance zero

(R$51,00) Brooklyn Nets – chance zero

Oddsshark